Melhores amigos: Criança autista se emociona ao reencontrar cachorro que tinha sido roubado

João Rehem, de 6 anos, teve o pet roubado por bandidos que invadiram a sua casa em Mongaguá, no litoral de São Paulo. Desde que se afastou do amigo o menino não se alimentava direito

Resumo da Notícia

  •  João Rehem, de 6 anos, teve o seu cachorro roubado por bandidos que invadiram a sua casa em Mongaguá, no litoral de São Paulo
  • A criança é autista e não conseguia mais se alimentar direito desde o dia que o amigo foi levado
  • Felizmente, os dois se reencontraram nesta segunda-feira, 17 de agosto.

Um reencontro muito especial mudou a vida de João Rehem, de 6 anos. O menino teve o seu cachorro roubado por bandidos que invadiram a sua casa em Mongaguá, no litoral de São Paulo, no final de semana do dia 8 e 9 de agosto. A criança, que é autista, não conseguia se alimentar direito desde o dia que o amigo foi levado. Felizmente, os dois puderam dar um basta na saudade nesta segunda-feira, 17 de agosto.

-Publicidade-
Lucke foi resgatado nesta segunda (Foto: Reprodução / G1)

“É inexplicável a conexão deles. Agora o João está calmo, em paz, voltou a comer e dormir melhor. Estamos muito felizes”, disse a mãe de João, em entrevista ao G1. A família estava retornando da praia quando se deparou com a casa toda revirada por assaltantes. Além de objetos, os bandidos também levaram Lucke, o cachorro. Após a invasão, um homem ligou para a casa dizendo que estava com o animal e pedindo um resgate para devolver o pet.

A Polícia Civil conseguiu encontrar o cachorro e organizou a entrega para João no dia de hoje. “A polícia me ligou. Eles não deram detalhes, porque ainda estão em investigação do crime, mas relataram que conseguiram localizar o cachorro. Então fomos até a delegacia e o pegamos de volta”, conta a mãe. “Crianças autistas têm o tempo e o jeito delas para perceberem e reagirem as coisas. O João estava inquieto desde o ocorrido, mas quando abriu a porta e ele viu o cachorro, já deu vários carinhos, deu para perceber o quanto estava feliz. Já o Lucke [cão] ainda estava agitado, parecia um pouco assustado desde que foi sequestrado”, diz ela.

-Publicidade-
João e o pet são muito unidos, segundo a mãe (Foto: Arquivo pessoal)

João agora voltou a se alimentar e está com o humor melhor, segundo a família. “Ele e o cachorro são muito unidos. Eu estava em desespero até encontrá-lo. não me importo de ter as outras coisas de volta, só o cachorro. Televisão, som, essas coisas a gente compra, mas o animal é único, insubstituível, muito importante para nós. Agora estamos aliviados e felizes”, diz a mulher. “O amor que tenho pelo cachorro é tão grande, que é como se fosse meu filho. Ele já está dormindo na nossa cama. Eu não sei te explicar de onde vem o apego do Lucke e do meu filho. O cão nem late por conta do autismo do João, porque ele [cachorro] entende que meu filho não gosta de barulho. Não sei te explicar essa conexão dos dois, mas é muito forte”, finaliza a mãe do menino.

O 9º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Tal da Felicidade está aí! Ele vai acontecer no dia 19 de agosto, completamente online e grátis. Serão oito horas de transmissão ao vivo e você pode acompanhar tudo neste link aqui. Esperamos por você!

-Publicidade-