Menina com câncer realiza sonho de levar alianças no casamento dos pais

Giovanna Antonielly, de 6 anos, deseja se curar do câncer e cursar medicina

Resumo da Notícia

  • Giovanna Antonielly, de 6 anos, tinha o sonho de entregar as alianças no casamento dos pais, Jozilene Amancia de Campos e Wenderson Cavalcante.
  • Após 13 anos juntos, decidiram não prorrogar mais o casamento.
  • O último exame da menina não foi positivo.

Giovanna Antonielly, de 6 anos, tinha o sonho de ver os pais, Jozilene Amancia de Campos e Wenderson Cavalcante, se casando e queria levar as alianças. A menina foi diagnosticada com uma leucemia rara, chamada de Linfóide Blástica Aguda tipo B e faz tratamento paliativo. O casal decidiu parar de prorrogar a cerimônia depois de 13 anos juntos, que aconteceu nesta semana, em Cuiabá, no Mato Grosso.

-Publicidade-
Giovanna levou as alianças para os pais no altar. (Foto: Reprodução/ TVCA)

“Desde muito pequena a Giovana assistia novela e falava que queria ver a gente se casando e que ela levaria as alianças. Ela tem pouco tempo de vida. Para alegrar ela no quarto, meu esposo me pediu em casamento na frente dela, no hospital. Foi uma alegria”, contou a mãe ao G1.

O último diagnóstico da Giovana foi preocupante e faz tratamentos paliativos para ter mais vida. Então o pai decidiu parar de prorrogar o casamento para deixar a menina ver. Essa iniciativa mobilizou pessoas e instituições, que se juntaram para fazer o evento acontecer.

“Ela tinha uma esperança, que era um remédio para o tratamento que custa cerca de R$ 500 mil. Ela tomou o remédio, mas não deu certo, pois não funcionou. Foi então que o médico disse que não teria mais tratamento para diminuir a leucemia. Para a medicina não tem mais jeito, mas para Deus ainda é possível”, diz o pai.

Além da festa de casamento, outro sonho realizado por Giovana foi viajar para o Guarujá conhecer o mar e Aparecida do Norte, durante 15 dias. Mas o que a família mais deseja é vê-la trocando o sino do hospital, pois significa que estaria curada do câncer.

(Foto: Reprodução/ TVCA)

Giovana faz tratamento no Hospital de Câncer de Cuiabá fazem 2 anos. Para ela se recuperar do câncer precisa de um transplante de medula, sendo o pai um possível doador com 70% de compatibilidade. Após se curar, a jovem pretende cursar medicina e ajudar outras pessoas com a doença.