Menina com síndrome rara recebe coração em aniversário de 10 anos

Chi Chi Soto tem 10 anos e aguardava pela cirurgia desde o nascimento. A mãe relatou muita emoção depois que a filha recebeu o coração

Resumo da Notícia

  • Garota de 10 anos faz cirurgia de transplante no coração
  • A família aguarda essa cirurgia desde o nascimento da criança
  • A operação ocorreu dias antes do aniversário da menina
  • A mãe comemorou a vitória e sucesso da cirurgia

Criança de 10 anos recebe o melhor presente que poderia ganhar no aniversário: o transplante de coração. A menina fez a realização da cirurgia dias antes de completar uma década, mas ela esperava por essa cirurgia desde o momento em que nasceu.

-Publicidade-

Segundo a revista People, a criança chamada de Chi Chi Soto recebeu o transplante no Hospital Infantil Hassenfeld em NYC. A mãe, Katherin Riviera, não saiu de perto da filha e vibrou com a notícia. “É realmente incrível. Eu olho para ela e penso que não posso acreditar que isso aconteceu e que ela está linda. É Alucinante” falou a mãe na entrevista.

A garota já passou por cinco cirurgias cardíacas abertas até o ano de 2012 e passou por uma insuficiência cardíaca em estágio terminal. A mãe da menina também falou que ela via a filha como “bomba-relógio” e que sem o transplante ela tinha medo do que pudesse acontecer. “Tinha uma mala preparada perto da porta, caso ela não se sentisse bem e a gente tivesse que ir para o hospital” disse a mãe de Chi Chi.

Chi Chi tem síndrome rara e recebeu o transplante no aniversário de 10 anos
Chi Chi tem síndrome rara e recebeu o transplante no aniversário de 10 anos (Foto: reprodução/People ASSENFELD CHILDREN’S HOSPITAL AT NYU LANGONE)

Em 2021 a criança precisou usar desfibrilador cardioversor implantável depois de uma parada cardíaca. Dr Rakesh que é responsável pelo acompanhamento da menina. Ele é cardiologista pediátrico e diretor do Pediatric Heat. O Dr disse que não via outra saída a não ser o transplante “após meses de monitoramento de Chi Chi, ela estava bastante limitada em fazer as coisas básicas que uma criança em crescimento poderia fazer com um coração saudável. Com seus sintomas contínuos de insuficiência cardíaca, apesar do tratamento médico máximo de sua condição e da falta de outras opções cirúrgicas, a única opção para melhorar a qualidade de vida era um transplante de coração”. É estimado que 50% a 80% das pessoas com síndrome de Noonan tem defeito cardíaco congênito. No início de 2022 a garota foi registrada na lista de transplantes de coração e conseguiu fazer essa cirurgia.

Por fim, a mãe contou a trajetória da luta da filha e o sentimento após a realização da cirurgia. “Transplante de coração foi a única opção para salvá-la e dar uma segunda chance de vida. Todos nós amamos Chi Chi. Ficamos muito próximos dela no ano passado. Ela tem uma grande personalidade… ela era como a prefeita da UTI cardíaca. Ela andava pelos corredores e dava doces para as enfermeiras e verificava outros pacientes para ver como eles estavam”.

“Tem sido uma experiência de mudança de vida, mas eu não mudaria nada disso. Tem sido difícil. Você tem que ser um pouco louco para fazer isso, mas tem sido ótimo. A equipe médica tornou tudo mais fácil” finalizou Katherin, mãe de Chi Chi.