Menina de 11 anos é internada com Covid-19 e mãe faz apelo sobre medidas de prevenção

Brennah Gurganious retornou para as aulas presenciais que frequenta no Texas, nos EUA, alguns dias antes testar positivo para o coronavírus

Resumo da Notícia

  • Uma menina de 11 anos foi hospitalizada por complicações da Covid-19, nos Estados Unidos
  • Brennah Gurganious testou positivo para o coronavírus dias depois de retornar para aulas presenciais no Texas
  • A mãe de Brennah desabafou sobre a falta de medidas de prevenção contra a Covid-19 nas escolas - e fez um apelo

Uma menina de 11 anos foi hospitalizada por causa de complicações da Covid-19 nos Estados Unidos. Brennah Gurganious voltou a frequentar aulas presenciais na escola em que estuda no Texas e, alguns dias depois, reclamou de dores de cabeça, febre, tontura e náusea.

-Publicidade-

Do diagnóstico de positivo para a Covid-19 até a entrada no hospital, foram apenas alguns dias. A menina estava com um princípio de pneumonia e, por causa disso, foi levada diretamente ao Texas Children’s Hospital.

Brennah possui apenas 11 anos (Foto: Reprodução/ ABC13 Texas)

“Os pulmões dela estão indo pro saco”, desabafou Terri, mãe de Brennah. “Eles estavam com uma aparência bem ruim. Não era nada além de, tipo, teias de aranha brancas nas radiografias. Normalmente, quando seus pulmões estão limpos, eles ficam pretos e coloridos nas radiografias. Estes eram brancos quase puros”.

Terri ainda comentou a falta de medidas de prevenção na escola da filha. “O sistema escolar não tem mandatos de máscara “, disse ela.” Sem distanciamento social, eles não têm nada no lugar para manter nossos filhos e funcionários seguros. Eu gostaria que as escolas fossem fechadas já – até que as coisas fiquem sob controle”, finaliza ela.