Menina sofre lesões genitais e passa por duas cirurgias após escorregar em toboágua

O caso aconteceu na Austrália, no parque WhiteWater World, administrado pela Dreamworld. Após o ocorrido, Sarah, mãe da menina, está processando o parque aquático

Resumo da Notícia

  • A criança de apenas 8 anos, sofreu lesões genitais  graves após escorregar em um toboágua
  • O caso aconteceu o parque WhiteWater World, administrado pela Dreamworld
  • Após o ocorrido, Sarah, mãe da menina, está processando o parque aquático

No último dia 22 de novembro, em Gold Coast, na Austrália, uma criança de apenas 8 anos, sofreu lesões genitais  graves após escorregar em um toboágua, no parque WhiteWater World, administrado pela Dreamworld. Após o ocorrido, Sarah, mãe da menina, está processando o parque aquático.

-Publicidade-
A família está entrando com uma ação judicial contra a Dreamworld (Foto: Reprodução/ 9News)

A mãe da pequena, disse que assim que a filha saiu do escorregador Fully6, começou a chorar, com as pernas sangrando. “Ela disse:’ Mãe, quando comecei a descer o escorregador, a água abriu minhas pernas e não consegui parar”, disse segundo o  jornal 9News.

A família disse que os operadores não instruíram a menina e alertaram sobre os riscos que o escorregador poderia ter. De acordo com eles, a única instrução dada foi a de cruzar as pernas e os braços durante a descida. A mãe ainda conta que os funcionários do parque não se mobilizaram para socorrer a menina.

-Publicidade-

Ferimentos

A criança sofreu ferimentos graves na região genital e precisou passar por duas cirurgias de reparação. A expectativa é de que leve pelo menos dois meses até que possa voltar para a escola. Os médicos dizem não saber quais consequências a menina poderá sofrer a longo prazo.

O parque disse em nota à imprensa, que a garota recebeu “instruções detalhadas e repetidas sobre como se posicionar”, incluindo uma demonstração de um dos operadores. O parque também afirmou que uma enfermeira do parque, que fica na unidade de saúde avaliou o ferimento da menina e chamou uma ambulância. “O ferimento foi relatado ao Workplace Health and Safety Queensland pela WhiteWater World após a admissão do hóspede no hospital e uma investigação interna continua”. Agora, a família está entrando com uma ação judicial contra a Dreamworld, que administra o parque aquático.