Menino de 10 anos conta como a adoção mudou sua vida

Bernardo fez sucesso nas redes sociais após compartilhar fotos de quando foi adotado por sua família

Resumo da Notícia

  • Bernardo conta como a adoção mudou a sua vida
  • O pequeno tem uma irmã, com o qual se diverte
  • Mãe de Bernardo compartilha a importância da adoção

Bernardo viralizou no Instagram após sua mãe compartilhar um vídeo do menino dando detalhes sobre como a adoção mudou a vida dele. A história da família começou quando Marcos e sua esposa decidiram adotar Bernardo, e dois meses depois, a mãe descobriu que estava esperando sua filha Liv.

-Publicidade-

A família já é conhecida por mais de 66,5 mil seguidores no Instagram, e também em outras redes sociais, em que o Bernardo aparece em vídeos recebendo o documento oficial de adoção e celebrando que poderia morar oficialmente com a família “Agora eu posso ficar com vocês?”, fala Bernardo.

Em vídeo publicado no último dia 19, o garoto fez um vídeo emocionante, que se inicia com a frase “O amor muda tudo e eu posso provar”, logo em seguida, ele mostra uma foto de quando ainda não havia sido adotado por sua família e fala que vai mostrar o que aconteceu pra ele virar um menino feliz e alegre. Após a fala do Bernardo, aparecem fotos de quando ele foi acolhido pela família e em seguida ele conta: “E aí, o amor muda tudo ou não?”. O vídeo foi compartilhado no Instagram oficial da mãe, e lá ela compartilha conteúdos sobre adoção, maternidade, paternidade e famílias, além de dicas sobre apadrinhamento e discussões sociais como o racismo.

Bernardo conta sobre como adoção mudou sua vida
Bernardo conta sobre como adoção mudou sua vida (FOTO:Reprodução / Instagram / @adoteimeusfilhos)

O sonho da maternidade é diferente para cada casal, mas independentemente de como seja vislumbrado, envolve vários desafios e alegrias. Ser mãe e ser pai vai muito além de dar a vida, mas implica em oferecer as bases para que o filho possa construir a sua própria. Para quem tem a vontade de adotar, o caminho pode parecer longo, mas de acordo com o juiz Iberê Dias, premiado pelo Innovare na Categoria Tribunal em 2018, com a iniciativa Adote um Boa Noite, filho de Antonio e Aloma, a recompensa é muito maior. O especialista deu detalhes do processo de adoção para as famílias que pretendem seguir por esse caminho.

Antes de tudo é fundamental esclarecer que qualquer pessoa acima de 18 anos de idade pode adotar, a única questão é que essa pessoa precisa ter pelo menos 16 anos a mais que quem ela vai adotar. O primeiro passo para quem quer adotar é procurar a Vara da Infância da cidade em que mora. É preciso levar alguns documentos pessoais e de identificação. Chegando lá, você irá começar o primeiro estágio: o processo de habilitação para adoção.