Menino de 11 anos ganha prêmio de organização que combate crueldade animal após iniciativa criativa

Evan Bisnauth gosta de passar o seu tempo livre lendo para cães que estão a procura de um lar em Nova Iorque, nos Estados Unidos

Resumo da Notícia

  • Evan Bisnauth ganhou um prêmio de uma organização que combate a crueldade animal
  • Isso porque, aos 11 anos de idade, o menino se diverte lendo para cães que procuram um lar em Nova Iorque, nos Estados Unidos
  • A família de Evan deu detalhes sobre o ocorrido ao portal Today Parents

Evan Bisnauth surpreendeu o mundo todo ao ganhar um prêmio de uma organização que combate a crueldade animal, aos 11 anos de idade. Isso porque, no seu tempo livre, o menino se dedica a cães abandonados que procuram um lar em Nova Iorque – de um jeito muito especial.

-Publicidade-

O menino e a família conversaram com o portal Today Parents sobre o ocorrido. Evan foi agraciado com o prêmio depois de se dedicar, inicialmente, a ler para os cães abandonados de uma instituição. Após um período, o garoto decidiu usar o próprio talento para criar animações que dessem mais visibilidade para os pets a procura de um lar.

“Receber o prêmio me fez perceber que ainda preciso fazer muito mais pelos animais”, declarou ele. Evan recebeu o prêmio de ‘Garoto do Ano’ pela organização não governamental ASPCA – que combate crimes animais.

Evan gosta de cuidar de cães abandonados
Evan gosta de cuidar de cães abandonados (Foto: Reprodução/ Today Parents)

Foi, inclusive, pela atitude de ler para os animais que teve a ideia de criar as animações. “A história que leio é sobre um cachorro que foi adotado de um abrigo. Gosto de ler esse livro para os cachorros porque quero que eles saibam que serão adotados e que há esperança”.

A mãe de Evan também desabafou sobre a premiação do filho. “Significa muito para mim ver o Evan fazendo algo que o deixa feliz, perseguindo uma paixão e sendo incentivado a ir mais longe enquanto tenta fazer a diferença”. E ainda completa, “Ele se senta lá, mesmo que os cães estejam latindo para ele, e fala: ‘eu sei que é difícil. Mas eu estou aqui. E se você quiser ouvir uma história, vai ter que ficar quieto”.

Evan, enfim, comentou, “Só quero que as pessoas saibam que os cães de abrigo não são maus. Eles estão apenas procurando pessoas boas. E para todas as crianças lá fora, você nunca é pequeno demais para fazer grandes mudanças”. Demais!