Menino não consegue abrir os olhos depois que pai confunde embalagem de super cola com colírio

Kevin Day quis ajudar o filho de 9 anos que estava com uma irritação no olho, mas acabou sem querer colando os cílios da criança com super cola

Resumo da Notícia

  • O caso aconteceu na Inglaterra em fevereiro deste ano
  • Kevin Day confundiu os dois frascos
  • A criança passa bem e sem nenhuma sequela nos olhos e na visão

Na última terça-feira, no dia 2 de novembro, o britânico Kevin Day, que vive na Inglaterra em cidade inglesa chamada Thirsk, revelou em entrevista para jornal Daily Mail sobre o último acontecimento que envolveu o filho, Rupert, de 9 anos, com a finalidade de servir como alerta para os demais pais. O caso aconteceu em fevereiro de 2021.

-Publicidade-

O garoto se queixou para o pai de uma coceira no olho esquerdo, e Kevin decidiu ajudar o filho com o problema. Sem prestar atenção, o homem pegou um pequeno frasco de plástico, o qual ele acreditava ser colírio, e colocou o líquido entre as pálpebras do garoto britânico.

Kevin confundiu os frascos e acabou colando os cílios do filho de 9 anos com supercola (Foto: Reprodução Arquivo pessoal)

Porém, Rupert deu um grito que fez Kevin perceber imediatamente que havia colocado nos olhos do filho super cola no lugar do remédio. “Fui dominado por um medo enorme de ter cegado meu filho e arruinado sua vida”, desabafou o pai. “Entrei em completo desespero e chamei uma ambulância imediatamente”.

A operadora que atendeu o pai informou que ele deveria continuar lavando o olho do menino com água fria até a chegada dos paramédicos na residência da família. Para controlar o desconforto do menino, os médicos fizeram lavagens no olho machucado e deram analgésicos. Entretanto, Rupert só conseguiu abrir as pálpebras quatro dias depois do incidente.

Felizmente, a cola não danificou a visão do filho de Kevin, e ele se recuperou completamente. “Desde então, tomo cuidado para deixar as coisas dele bem separadas, pois um momento de distração é suficiente para causar uma tragédia”, afirmou o pai. Os médicos deram analgésicos para controlar o desconforto do menino e fizeram lavagens em seu olho, mas Apesar do susto, felizmente, a cola não danificou o olho do garoto nem a visão, e ele se recuperou completamente.

Rupert se recuperou do ocorrido sem nenhuma sequela na visão (Foto: Reprodução Arquivo Pessoal)