Meninos de Belford Roxo: polícia encontra ossada em local onde crianças teriam sido deixadas

Lucas, Fernando e Alexandre estão desaparecidos há sete meses desde que saíram para jogar futebol. Hoje, uma nova reviravolta aconteceu no caso após a polícia ter encontrado uma ossada dentro de um saco preto

Resumo da Notícia

  • A polícia encontrou uma ossada dentro de um saco preto em uma região próxima a uma ponte de Belford Roxo
  • Os ossos podem ser dos três meninos desaparecidos em dezembro de 2020
  • O material foi levado para análise e deve ter o resultado em até sete dias

Nesta sexta-feira, 30 de julho, a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) encontrou ossos, que se parecem com costelas, dentro de um saco preto em uma região próxima a uma ponte de Belford Roxo. A região seria o local onde os corpos de três meninos desaparecidos teriam sido deixados.

-Publicidade-

Segundo informações do G1, o material foi levado para perícia e pode demorar, pelo menos, sete dias até que a análise seja concluída. Junto com os ossos, também foram achados fios de cabelo. Fontes da Polícia Técnico-Científica disseram que a investigação será realizada no setor de antropologia do Instituto Médico Legal.

A Polícia Civil está investigando o caso (Foto: reprodução/UOL)

Vale lembrar ainda que não é descartado a possibilidade de uma ossada animal, justamente pelo estágio avançada da decomposição. Depois de sete meses de investigação, um homem foi até a polícia e acusou o próprio irmão pela ocultação dos corpos.

As crianças desaparecidas são: Lucas Matheus, de 9 anos, Alexandre Silva, de 11, e Fernando Henrique de 12. Eles sumiram no dia 27 de dezembro, após saírem de casa para brincar. O saco com a ossada teria sido jogado de uma ponte.

Uma arcada ossada foi encontrada no local onde possivelmente os corpos teriam sido (Foto: reprodução / G1)

Entenda o caso

Três meninos desapareceram em Belford Roxo, Baixada Fluminense, no domingo, 27 de dezembro. Eles estavam estavam brincando em um campo de futebol perto da casa. Uma vizinha e amiga da família contou que era um hábito os meninos irem ao local.

Os três meninos desapareceram quando foram jogar futebol (Foto: iStock)

Ela também alertou sobre as informações falsas que os pais receberam na época em entrevista para a UOL: “Falaram que estavam na feira de Areia Branca, falaram já que estavam no Centro de Duque de Caxias e até no Aeroporto Santos Dumont. A gente corre para os lugares e não acha”.

O tio de Fernando, Anderson Caetano, também confirmou que os meninos não costumam sair sozinhos pela cidade. “Já rodamos tudo por aqui e não encontramos eles. Desapareceram por volta de 10h. Nós fizemos o boletim de ocorrência ontem, após 24 horas desaparecidos, avisamos ao Conselho Tutelar e até agora nada”, lamentou.