Meteorologistas preveem novo ciclone no sul do Brasil para próxima semana

O fenômeno que aconteceu nos últimos dias deve se repetir no dia 8 deste mês, mas com menor intensidade e não deve causar danos sérios

Resumo da Notícia

  • Depois do "ciclone bomba", meteorologistas prevem outro fenômeno desse no Brasil
  • De acordo com o MetSul Meteorologia o segundo deve ter menor intensidade
  • Para os especialistas é certo que ele virá, a incerteza é sobre a data
O fenômeno deve chegar na quarta-feira da próxima semana (Foto: reprodução)

Poucos dias depois da passagem de um ciclone extratropical intenso na região do Brasil, que causou chuva e ventos fortes, os meteorologistas preveem que a história pode se repetir, mas sem tanta intensidade.

Isso porque há risco de um segundo fenômeno no mesmo local para os próximos dias. A informação foi dada em nota publicada pelo MetSul Meteorologia, que apontou que estudos indicam a formação de um centro de baixa pressão e seu aprofundamento na costa do Rio Grande do Sul no dia 8 de julho, quarta-feira.

De acordo com a MetSul Meteorologia a dúvida não é se o ciclone irá acontecer, mas quando. Eles afirmam que é uma certeza que o estado irá enfrentar outros fenômenos desse tipo e embora estimam que ocorra na próxima quarta-feira, alertam: “Pode ser ainda neste ano, pode ser ano que vem ou apenas daqui a alguns anos”.

A instituição alega que a intensidade desse novo ciclone deve ser menor do que o primeiro, por conta da formação de um sistema de baixa pressão. O Lapis (Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites) publicou um vídeo em que é possível enxergar a formação desse ciclone.

A frente fria deve chegar neste domingo (05), com grande possibilidade de chuva no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Confira a nota oficial completa da MetSul Meteorologia.