“Meu marido quer dar o nome de um serial killer para o nosso filho”, desabafa mãe

O pai de primeira viagem deseja homenagear o próprio avô, mas a junção de nome e sobrenome mostra que essa não é uma boa ideia. A mãe do bebê discorda com a sugestão e fez um desabafo sobre a situação

Resumo da Notícia

  • Uma mãe desabafou de maneira anônima por não concordar com a sugestão de nome que o marido fez
  • A ideia do pai de primeira viagem é homenagear o próprio avô, mas a junção de nome e sobrenome tornou a questão problemática
  • Isso porque o nome ficaria igual ao de um famoso serial killer

Escolher o nome do próprio filho pode virar um assunto sensível entre o casal caso haja alguma divergência de opinião. É o caso dessa mulher, que está no segundo trimestre de gestação. Ela não consegue concordar com o nome que o marido quer dar para o bebê, mas por um motivo específico: é o mesmo nome de um serial killer.

-Publicidade-

A mãe fez um desabafo sobre a situação no Reddit. Aos 35 anos, ela contou que tentou engravidar por muitos anos e, agora que conseguiu realizar o sonho, está esperando o nascimento do bebê para descobrir o sexo da criança. No entanto, as opções de nome que o marido está escolhendo não são do agrado dela.

Em seu desabafo anônimo no fórum, a mãe de primeira viagem contou que o marido era muito apegado ao avô e estava triste por ele não poder conhecer o bebê que está a caminho. Por causa disso, ele decidiu que homenagearia o parente dando o nome dele ao bebê.

O pai deseja homenagear o bisavô do bebê. O problema é que a junção de nome e sobrenome fica igual ao de um famoso serial killer
O pai deseja homenagear o bisavô do bebê. O problema é que a junção de nome e sobrenome fica igual ao de um famoso serial killer (Foto: Unsplash)

Dependendo do gênero da criança, os nomes seriam “Theodore”, se for um menino, ou “Theodora”, caso nasça uma menina. “De qualquer maneira, ele irá chamar nosso filho por Teddy ou Theo/Thea”. Aí que mora o problema: “Não é que eu me importe com o primeiro nome. A questão é que nosso sobrenome é Bounde, e se pronuncia ‘ban-dee'”.

“Perguntei ao meu marido se ele realmente não vê nenhum problema em ter um filho chamado Teddy Bounde, se isso não irá levantar nenhum tipo de questão”, contou. Theodore Robert Bundy, mais conhecido como Ted Bundy, foi um serial killer que matou 35 mulheres por volta da década de 70 e foi executado na cadeira elétrica em uma prisão na Flórida.

A resposta do marido, no entanto, não foi o que ela esperava: “Ele disse que não, está apenas homenageando o avô. Eu disse que ele precisava pensar no assunto, como as pessoas vão nos tratar por causa do nome do nosso filho e como ele será tratado também, no que esse nome pode implicar para a carreira dele”.

“Eu literalmente tive que desenhar para ele entender o motivo do nome ser uma péssima ideia mas ele acha que eu apenas odeio o avô dele! Ele continuou insistindo até que eu perdi a paciência e pedi para que ele deixasse essa sugestão idiota de lado. Porque é isso: idiota na melhor situação, sociopata na pior!”.