Ministério da Saúde mostra que coronavírus é mais letal entre negros no Brasil e explica o motivo

De acordo com os especialistas, esses dados podem ser explicados por causa da desigualdade social. A Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade diz que 67% das pessoas que dependem só do SUS são negras

Resumo da Notícia

  • 1 a cada 3 mortos pelo coronavírus são negros no Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde
  • Quando a taxa é comparada com a população branca o número é maior
  • A Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade reforça que a desigualdade social pode contribuir para esse número, de acordo com os dados, 67% dos brasileiros que dependem somente do SUS (Sistema Único de Saúde) são negros
No mundo os casos de coronavírus chegam perto de 2 milhões de pessoas (Foto: Getty Images)

O Ministério da Saúde divulgou na última sexta-feira, 10 de abril, que os casos de coronavírus são mais letais entre negros do que entre brancos no Brasil. Negros e pardos são quase 1 em cada 4 dos pacientes hospitalizados com Síndrome Respiratória Aguda Grave (23,1%), porém são 1 em cada 3 entre os mortos pela doença (32,8%).

-Publicidade-

Entre os brancos a taxa de morte é menor, embora as internações sejam maiores. “Chama a atenção essa diferença de 10 pontos percentuais entre negros hospitalizados e negros mortos pela Covid-19”, comentou Denize Ornelas, diretora da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, em entrevista ao Bem Estar.

A especialista explicou que essas informação são um reflexo da primeira onda de infectados pelo vírus aqui no Brasil. Ela defende que pessoas com alto poder aquisitivo, que viajam para fora do Brasil são majoritariamente brancas. “Eles tiveram acesso aos testes e serviços hospitalares”, comentou.

-Publicidade-
Ministério da Saúde diz que o coronavírus é mais letal para os negros no Brasil (Foto: Getty Images)

A Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade reforça que a desigualdade social pode contribuir para esse número, de acordo com os dados, 67% dos brasileiros que dependem somente do SUS (Sistema Único de Saúde) são negros. Eles também representam a maior parte da população com diabetes, tuberculose, hipertensão e doenças renais crônicas, segundo o Bem Estar. Se pararmos para analisar, estão no grupo de risco.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-