Modelo que engravidou de Jô diz que não se arrependeu do que fez: “Eu estou totalmente aberta”

A modelo Maiára Quiderolly também afirmou que eles não se falaram mais desde que ela anunciou a gravidez

Resumo da Notícia

  • Maiára Quiderolly, modelo que engravidou do jogador de futebol Jô, abriu uma caixa de perguntas no Instagram
  • A gestante foi questionada se se arrependeu do que fez
  • A mulher também contou que não tem mais contato com o Jô

A influenciadora Maiára Quiderolly, amante do jogador de futebol , engravidou do atleta enquanto ele ainda estava casado com Cláudia Santos. Neste domingo, dia 19 de junho, ela abriu uma caixa de perguntas no Instagram para sanar as dúvidas dos seguidores.

-Publicidade-
A influenciadora disse que sabe que errou
A influenciadora disse que sabe que errou (Foto: Reprodução Redes Sociais)

Ao ser questionada se se arrepende do que fez, Maiára respondeu: “Acho que a questão não é se arrepender, quando não temos o sentimento de arrependimento isso nos corrói por dentro! Eu reconheço meu erro para não errar de novo! Temos que aprender que somos seres humanos e vamos errar de diversas formas, eu não posso me arrepender de algo que não dá para voltar atrás e fazer de novo! Meu filho está vindo e quero poder ser a melhor pessoa para ele e estar ao lado dele quando ele fizer algo de bom ou ruim!”

Também perguntaram a ela se o jogador e pai do bebê, Jô, se preocupa com a gestação, e ela deu a seguinte resposta: “Não! Não nos falamos mais desde que eu falei aqui que ele era o pai! Mas se ele se arrepender e quiser ser pai, e termos uma relação de amizade para o meu da criança, eu estou totalmente aberta.”

Esposa de Jô anuncia divórcio após amante contar que está grávida do jogador

Durante a noite da última quarta-feira, 15 de junho, a Claudia Santos Silva, ex-esposa de João Alves de Assis Silva, ex-jogador de futebol do Corinthians, publicou uma sequência de stories na rede social Instagram – afirmando que rompeu o casamento com o atleta. A princípio, o divórcio deu-se após a Maiára Quiderolly, contar que está grávida de Jô, nome pelo qual é popularmente conhecido. Inicialmente, a informação da traição foi divulgada pelo colunista Leo Dias, do jornal Metrópoles. A Claudia e o João estavam juntos há cerca de 16 anos e são pais de dois meninos, o Pedro, de 8 anos, e o Miguel, de apenas 5.

De início, a Claudia disse: “Eu sempre posto que sou forte e corajosa e preciso ser nessa hora também. Venho aqui dizer para vocês que não sou mais a esposa do Jô, a gente se separou. Supostamente o filho é dele, esse filho não vai ser meu, é dele. As responsabilidades são dele. Eu lutei pelo meu casamento e fui forte até onde eu pude”.

Em sequência, ela falou que enfrentará de cabeça erguida essa fase: “Eu não estou me sentindo fracassada, muito pelo contrário. Eu saio dessa como vitoriosa porque eu escrevi uma história linda, tenho dois filhos lindos, eu casei, fiz tudo certo… Tudo o que uma mulher sonha em fazer e ter, eu tive. Quem perdeu foi ele, eu não perdi nada”. A Claudia também pediu compreensão aos seguidores e que os mesmos parem de questioná-la referente ao assunto: “Me deixem quietinha. Eu vou ficar um tempo sem interagir com vocês, mas não vou desativar minhas redes sociais, porque não tenho motivo para me esconder. Eu tenho que estar aqui para fazer da minha vida um espelho para a vida de alguém”, explicou.

A ex-esposa do jogador disse que vai se permitir viver esse período. “Vou encarar essa história. Eu tenho muita fé em Deus, acredito que os meus filhos vão me fortalecer. Me deixem quietinha, não me mandem mensagens, por favor.

Por fim, ela compartilhou uma última declaração em forma de texto. “Ninguém casa para separar. Venho de um lar tradicional, onde nunca faltou amor e união. meus pais ficaram juntos ‘até que a morte os separou’ e pensei que comigo não seria diferente. Sonhei com um casamento, com uma formação de uma família. Realizei. Fui muito feliz e não medi esforços para isso. Fui, sou e sempre serei uma mulher na essência da palavra. Sobretudo, uma grande companheira”, falou.

“Renúncia, entrega, dores, altos e baixos. Superei tudo. Orgulho-me de cada virada de mesa, de ter sido uma mola para o meu marido enquanto estivemos juntos. Fui firme, forte e corajosa, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença. Mesmo nos momentos de total descrédito, eu estive ali, lado a lado, seguindo o mesmo compasso. Fui além. Fiz de tudo. Até que a traição desmorono a nossa estrutura e hoje deixa-nos de ser um casal. A dor existe, mas não atinge a nossa base. Estou aqui, ainda forte e corajosa, agarrada aos meus filhos, com o amor da minha família e dos meus amigos. Acima de tudo, amparada por Deus (…) Seguirei minha caminhada em paz, com meus filhos. Sem olhar para trás. E que sejamos felizes”, finalizou.