Família

Muito além dos grupos da família do WhatsApp! Flávia Aidar e Januária Alves lançam o livro ‘Como não ser enganado pelas fake news’

O lançamento acontecerá no dia 17 de agosto, na Unibes Cultural em São Paulo

Isabella Zacharias

Isabella Zacharias ,Filha de Aldenisa e Carlos

Flávia Aidar e Januária Alves lançam o livro “Como não ser enganado pelas fake news” (Foto: Divulgação)

Atualmente, é muito comum que as pessoas se informem pela internet. Isso pode ser muito bom, mas também tem desvantagens: a quantidade de notícias falsas aumentou muito nos últimos anos. As “fake news”, como são chamadas hoje em dia, são espalhadas com muita facilidade e geralmente são enviadas por Facebook e grupos de WhatsApp.

Para explicar o fenômeno, as autoras Flávia Aidar e Januária Cristina Alves irão lançar, no dia 17 de agosto, o livro “Como não ser enganado pelas fake news“, na Unibes Cultural em São Paulo. Durante o lançamento, ocorrerá uma conversa com as autoras para debater questões que envolvem as notícias falsas o Brasil e no mundo e como abordar o tema com crianças e adolescentes em sala de aula.

O livro fala sobre como os jovens entre 11 e 14 anos devem seguir caminhos que identifiquem a veracidade das notícias. “As fake news não são novidade no cenário, elas ocorrem desde os primórdios da humanidade. A diferença está na escala e nas consequências de seu consumo e de sua disseminação. Por isso, mais do que nunca, precisamos ser leitores críticos e conscientes”, afirma Flávia Aidar.

Januária acrescenta que o livro é destinado para quem gosta de ler as notícias com curiosidade. “É um livro para quem quer ser leitor e não apenas consumidor de notícias. A obra fala sobre uma época em que há muitas notícias circulando, mas poucas têm a ver com o que nos interessa”, conclui.

Leia também:

Campanha Nacional de Vacinação fala sobre a importância de combater fake news sobre vacinas

Conheça “Esquadrão Curioso”, o primeiro livro sobre fake news para crianças

Vamos ficar atentos juntos! Grupo de família no Whats é o principal veículo para notícias falsas