Muito amor envolvido! 26 fotos que provam que família é tudo

São cliques dos nossos seguidores postados na nossa página do Facebook

Tem coisa melhor do que estar em família? São desses momentos que surgem as melhores alegrias, os maiores sorrisos e os cliques mais perfeitos. Hoje, no Dia da Família, reunimos 26 fotos que recebemos na nossa página do Facebook dos filhos, mães e pais reunidos numa das nossas galerias com mais amor envolvido!

-Publicidade-

Dia Mundial da Família: é preciso valorizar as pessoas que nos ensinam e amparam diariamente

Família… Uma palavra cheia de significado e sentido. Não há uma fórmula, cada uma tem a sua, mas, independentemente da constituição dela, cada um de nós tem esse grupo de pessoas como base. Tatiane de Sá Manduca, psicóloga clínica e autora do livro Valida-te, mãe de Mateus, explica que esse sentimento é comum, uma vez que a família é o primeiro contato social que qualquer ser tem com o mundo: “Se nós nos conhecemos através do ‘outro’ é na família, na relação com ‘estes primeiros outros’ que aprendemos sobre o nosso modo de existir. É pela família que aprendemos a forma de sentir e interpretar o mundo e a expressar nossos afetos”.

Dia Mundial da Família: é preciso valorizar as pessoas que nos ensinam e amparam diariamente
Dia Mundial da Família: é preciso valorizar as pessoas que nos ensinam e amparam diariamente (Foto: Getty Images)

“Podemos transmitir afeto pelo olhar, pelo interesse, podemos abraçar com as palavras, com o reconhecimento e transmitir nosso carinho e amor demonstrando nosso cuidado, zelo e a importância deste familiar na sua vida. Como? preservando o que há de mais importante neste momento: a vida dele!”, pontua. Para a especialista, é um período para parar e olhar a qualidade das nossas relações e vínculos. É importante estar aberto ao diálogo e as experiências simples do dia a dia.

Isso não é fácil e parte de um esforço individual de cada um para alcançar um resultado positivo para todos. “Podemos passar por este momento atribuindo maior sentido às nossas dinâmicas familiares o que pode nos proporcionar maior amparo emocional , qualidade relacional e  sentimento de pertencimento.”, explica. A psicóloga reforça que isso demanda sensibilidade e disponibilidade, não de tempo, mas importância.

Com tantos novos desafios vindos com o retorno da vida presencial, é preciso ser presente e estar presente para você e para o outro, e esse é um exercício de escuta, muito mais do que de fala. Ninguém espera que seja um Conto de Fadas, a vida real traz uma tensão, talvez maior irritabilidade, impaciência e estresse, e é importante conversar sobre isso, porque manter a saúde emocional é essencial. ‘A família pode ser “um espaço confiável’ de acolhimento, e esta atitude de escutar o outro genuinamente fortifica a relação entre todos, transmite valores e estabelece um lugar de aconchego e apoio emocional”, destaca.

Por fim, Tatiane diz que hoje é um bom dia para questionar: Você já disse o quanto valoriza essa pessoa e o quanto ela é importante na sua vida verbalmente? Já disse o quanto sente falta? Se mostrou aberto para receber afeto? “Talvez , precisávamos mesmo como humanidade, de alguma maneira retornar para evoluir de outro jeito,  mais presentes de alma e consciência com menos ativismo exacerbado e mais estado de presença ativa”, conclui.

Previous Next