Mulher aprende a ler e escrever aos 96 anos de idade: “Quero continuar estudando”

A idosa quase centenária planeja concluir o ensino médio e também incentivou o neto a continuar investindo nos estudos

Resumo da Notícia

  • Dona Lupita voltou a estudar com 95 anos de idade
  • Os pais dela não a incentivaram a frequentar a escola
  • Ela inspirou o neto a voltar para os estudos

Para alguns, aprender a ler e escrever é um sonho de longa data. Este é o caso de Lupita Palacios, idosa que superou todos os desafios ao aprender a ler e escrever com 96 anos de idade.

-Publicidade-

Residente no estado de Chiapas, no sul do México, a matriarca da comunidade indígena Vicente Guerrero contou durante entrevista ao jornal The Lost Books Club que conseguiu realizar o sonho de voltar a estudar quando completou 95 anos de vida. Ela, que se diz bastante curiosa e determinada, afirmou que desejava retornar à escola para aprender a ler os jornais e revistas que tanto adora.

Dona Lupita mostrou que nunca é tarde demais para atingir os seus objetivos
Dona Lupita mostrou que nunca é tarde demais para atingir os seus objetivos (Foto: Reprodução EFE)

“Em seis meses concluí o ensino fundamental, e lá os professores me motivaram a querer saber, ler, escrever e servir”, revelou Dona Lupita, que foi desmotivada a estudas pelos pais durante a infância, já que eles afirmavam que “a escola era uma perda de tempo”.

“Ao estudar, posso aprender a história do México. Já vivi pessoalmente a história de Chiapas: os sofrimentos, os fracassos, a pobreza. Não acredite que aqui em Chiapas as pessoas vivem na glória. Aqui você tem que ir trabalhar para ter o que comer”, afirmou.

A mexicana quase centenária contou ainda que foi base de inspiração para que o neto voltasse a estudar. “Eu me sinto muito bem, como você pode ver. Conforme lhes digo, aos poucos estou aprendendo a ver como posso servir nesta terra sagrada aos meus 96 anos de idade. A realidade é que quero continuar estudando, continuar conhecendo a lei da vida”, concluiu Lupita.