Mulher dá à luz em calçada e agradece enfermeira que ajudou na hora do parto: “Salvou meu bebê”

Ela sentiu as contrações ainda em casa e percebeu que não daria tempo de chegar ao hospital, pedindo ajuda a uma enfermeira que morava perto

Resumo da Notícia

  • Uma mulher deu à luz no colchão de uma calçada
  • Uma enfermeira que morava próximo ajudou na hora do parto
  • O bebê nasceu prematuro e sem vida, mas a profissional o reanimou

Uma mulher deu à luz em uma calçada na cidade de São Vicente, no litoral de São Paulo. Ela estava em cima de um colchão no passeio da rua quando precisou chamar uma enfermeira para ajudar a realizar o parto. A profissional da área de saúde, Luciana Oliva, tinha acabado de sair de um plantão quando recebeu o chamado.

-Publicidade-
Mulher dá à luz em calçada e agradece enfermeira que ajudou na hora do parto: "Salvou meu bebê"
Mulher dá à luz em calçada e agradece enfermeira que ajudou na hora do parto: “Salvou meu bebê” (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

De acordo com a mulher que deu à luz, as contrações começaram quando ela estava em casa. Ela sentiu que não iria dar tempo de chegar ao hospital, por isso os parentes da mulher correram para chamar Luciana que morava próxima do local. Ela acabou fazendo um parto prematuro, de aproximadamente sete meses, do menino Jhonantan Samuel.

“Quando a bolsa estourou ele estava sem vida. O pescocinho estava laçado. Aspirei o nariz dele com a minha boca e [o bebê] foi reanimado. Essa foi a minha maior dificuldade, uma vez que estava sem qualquer material”, disse a enfermeira ao g1 que foi para o local apenas com um par de luvas.

Mulher dá à luz em calçada e agradece enfermeira que ajudou na hora do parto: "Salvou meu bebê"
Mulher dá à luz em calçada e agradece enfermeira que ajudou na hora do parto: “Salvou meu bebê” (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

A mãe, Jessica Fernanda Dantas da Silva, agradeceu a enfermeira que conseguiu, rapidamente, reanimar o bebê após o nascimento. A mulher vende balas em semáforos da cidade e fez questão de enfatizar a gratidão pela profissional que a ajudou em um momento importante.

“Ela salvou a vida do meu bebê”, disse Jessia ao g1. O menino segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal do Hospital Municipal de São Vicente, pois nasceu prematuro. Segundo os profissionais, ainda não há previsão de alta de Jhonantan.