Mulher desaparecida na Bahia é encontrada em cova rasa ainda com vida

Valdenice Alves de Novais, de 53 anos, foi enterrada viva pelo parceiro e estava desaparecida desde o dia 29 de novembro

Resumo da Notícia

  • Mulher desaparecida foi encontrada, ainda com vida, enterrada em região de matas na Bahia;
  • Valdenice Alves de Novais, de 53 anos, desapareceu após sair com o companheiro no dia 29 de novembro;
  • O homem não identificado assumiu seus atos às autoridades.

Desaparecida desde o dia 29 de novembro, Valdenice Alves de Novais, de 53 anos, foi encontrada com vida e amarrada em uma cova rasa em Barro Preto, no sul da Bahia. O companheiro com quem se relacionava há 6 meses confessou enterrá-la viva, segundo informações do OGlobo.

-Publicidade-

A polícia encontrou Valdenice em uma região de mata, na última quinta-feira, 9, e a mulher tinha sinais de pancada na cabeça, estava desidratada e em estado de choque. A mulher desapareceu após sair para passar o fim de semana com o companheiro. A família realizou o boletim de ocorrência do desaparecimento da baiana.

Valdenice foi isolada do convívio social pelo parceiro, que a enterrou viva
Valdenice foi isolada do convívio social pelo parceiro, que a enterrou viva (Foto: Shutterstock)

A 6ª Coordenadoria Regional da Polícia do Interior de Itabuna e da Delegacia Territorial de Barro Preto está investigando o caso. O homem assumiu à polícia que manteve a vítima em cárcere privado por ciúmes, como forma de punição por suposto desejo de Valdenice querer ficar com outro.

Em vídeo enviado pela irmã de Valdenice ao OGlobo, o agressor admite ter enterrado a mulher com vida, cavado uma cova de três palmos e afirma ter consciência dos seus atos.

O coordenador da 6ª Coorpin/Itabuna, Evy Paternostro, informou por meio de nota que as buscas duraram horas na mata fechada. O homem, que não teve sua identidade revelada pelas autoridades, foi preso por cárcere privado durante a Operação Unum Corpus e neste momento está em prisão preventiva aguardando julgamento.