Mulher é feita de refém pelo marido em ação policial de agressão doméstica

Caso aconteceu em Ceilândia e uma pessoa anônima ligou para os policiais dizendo que um homem estava agredindo a esposa

Uma mulher sofreu violência doméstica do marido na tarde desta última terça-feira, 3 de agosto, e a policia militar foi acionada após uma pessoa anônima ligar informando que um homem estava agredindo a esposa, na QNP 17, no P Norte, em Ceilândia.

-Publicidade-
Os policiais fotografaram a destruição do agressor na residência (Foto: Reprodução / Correio Braziliense)

Chegando na residência, o esquadrão encontrou um verdadeiro cenário de terror, mas conseguiram fazer com que a mulher, que está grávida de 6 meses, saísse de casa. “Depois que a vítima deixou o imóvel, o autor quebrou toda a casa e nos ameaçou com uma faca, dizendo que quem entrasse, iria matar”, detalhou o aspirante Rodrigues Rocha, do 10º Batalhão da PMDF.

Após negociações, o homem concordou em sair da casa e foi preso em flagrante com base na Lei Maria da Penha e encaminhado à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), em Ceilândia. As fotos do local mostram a destruição que o homem deixou no local. Ele quebrou os vidros do carro, um Gol branco, o vaso sanitário e a pia, rasgou o sofá, derrubou televisão e outros eletrônicos ao chão e depredou janelas.

A vítima relatou aos policiais que essa não foi a primeira vez que foi agredida, e que o companheiro fazia uso de remédios controlados. “Percebemos que ele estava com fala desconexa. Estava totalmente descontrolado”, completou o aspirante.