Mulher fala sobre namorar um pai: “Quanto mais o vejo com a filha, mais me apaixono”

Lex Gabrielle desabafou sobre a vida inserida no relacionamento de 2 anos – e também da filha do companheiro, que a ensinou sobre empatia, amor e paciência

Resumo da Notícia

  • Lex Gabrielle abriu o coração sobre o preconceito que tinha com homens comprometidos com os filhos antes de conhecer o futuro namorado no portal PopSugar
  • Lex contou como conheceu o companheiro de 2 anos online, sem saber que ele tinha uma filha
  • Apesar do choque inicial, o casal é muito feliz e Lex relatou como, aos 6 anos, a filha do namorado a faz muito feliz

Lex Gabrielle desabafou sobre relacionamentos na vida adulta no portal Pop Sugar. Para ela, encontrar uma companhia depois da adolescência é bem mais difícil – ainda mais quando muitos pretendentes já possuem filhos. Sobre isso, ela revelou como o preconceito para se relacionar com pais atrapalhava as experiências pessoais:

-Publicidade-

“Foi uma daquelas coisas que você para pra pensar e percebe que não quer na própria vida. E não é que eu não goste de crianças!”, Lex ainda declarou, “Só não queria me envolver nos dramas em potencial que essa configuração familiar pode gerar. Eu também estava morrendo de medo de virar a madrasta má na vida de alguma criança. Estava com muito medo de não ser boa o suficiente e que nunca conseguiria me encaixar nessa família”.

Entretanto, a visão da jornalista mudou quando conheceu o namorado em um aplicativo chamado Hinge. “Nós demos match um com o outro dentro do aplicativo, e nos demos bem instantaneamente. Não tinha foto com crianças no perfil, e em nenhum momento da conversa mencionou que tinha filhos. Mas sabe quando rola um clique?!”. Lex contou que as conversas ficavam mais frequentes, e logo os dois se falavam todos os dias, “Tínhamos piadas juntos, contávamos detalhes do nosso dia e até gostávamos das mesmas músicas!”, declarou.

11º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Sua Realidade

Está chegando! O 11º Seminário Internacional Pais&Filhos vai acontecer no dia 1 de junho, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar dos sorteios e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!

O primeiro encontro

“Eu nunca comprei a narrativa de ‘quando você sabe, você sabe’, mas quando saímos, teve um clique instantâneo. Tudo pareceu tão certo, como se de repente a minha vida tivesse se alinhado. Não acredito em amor à primeira vista, mas esse é o tipo de coisa que poderia ter feito com que eu mudasse de ideia”, declarou Lex.

Ela ainda conta que os dois estavam se dando super bem, quando percebeu uma tatuagem com um nome no braço do companheiro. “Brincando, perguntei se aquele era o nome de alguma garota… E ele me disse que era – da filha dele. Fiquei em choque, completamente sem reação. Uma luz vermelha imediatamente acendeu na minha mente”.

Lex, o namorado e a enteada vivem muito felizes como uma família (Foto: Shutterstock)

Mesmo assim, Lex contou que todas as expectativas, medos e angústias de seguir o relacionamento com alguém que tivesse filhos sumiram no instante em que conheceu a pequena enteada, de apenas 6 anos. “Ela me trouxe tanto amor, luz e sabedoria. Esse pequeno raio de sol me mostrou o que é paciência e empatia. Ela também me mostrou que tenho capacidade de ser uma amiga e um modelo a ser seguido”, desabafou.

Lex ainda conta que, hoje em dia, os três se comportam como uma família. “Já vivemos muitas aventuras e histórias. Temos até nossas piadas internas! E quanto mais vejo meu namorando amando a filha, mais me apaixono por ele. Vê-lo como pai me fez perceber como ele é uma pessoa maravilhosa, amando outras pessoas que não sejam só eu”. Sobre aumentar a família, a jornalista comentou, “Quando estivermos prontos, pude ver que serei uma mãe incrível para os meus próprios filhos no futuro”.