Mulher passa mal e desmaia após WhastApp não enviar mensagem para o pai pedindo ajuda

A advogada Tatiana do Amaral, de 41 anos, teve um pico de açúcar no sangue e chegou a desmaiar

Resumo da Notícia

  • Tatiana teve um pico de açúcar no sague
  • Tentou pedir ajuda ao pai mas as mensagens não entregaram
  • Ela então desmaiou

A queda do WhatsApp, Facebook e Instagram nesta segunda-feira, 4 de outubro, está causando dores de cabeça para todo mundo. Mas o problema no caso de Tatiana do Amaral, de 41 anos, chegou a quase prejudicar a saúde da mulher. Isso porque ela teve um pico de açúcar no sangue e tentou pedir socorro ao pai pelo WhatsApp, mas como as mensagens não entregava, ela ficou sem ajuda e desmaiou.

-Publicidade-
Tatiana tentou pedir ajuda ao pai mas as mensagens não entregaram
Tatiana tentou pedir ajuda ao pai mas as mensagens não entregaram (Foto: Reprodução / G1)

A advogada disse que tudo aconteceu rapidamente e por isso não pensou em fazer uma ligação. “Foi muito rápido. Acabei mesmo nem pensando em ligar. O Dumping é um pico de açúcar que causa efeitos parecidos com a hipoglicemia, então os efeitos dele são meio fortes. Eu estava no quarto e mandei pedido de ajuda pelo WhatsApp para o meu pai que estava vendo TV na sala, já que moramos em um sobrado. Ele não viu e eu apaguei… Acordei faz 5 minutos. Risco de vida não sei, mas como apaguei, ao menos corri risco de ficar com sequelas sim, porque o desmaio é falta de oxigenação no cérebro”, conta.

Tatiana acha que ficou entre 5 a 10 minutos desacordada . Ela ainda acordou com a pressão alta, mas disse que está melhor. “Agora estou bem, já me alimentei, bebi água. Mas foi um aprendizado, da próxima vez (espero que não tenha) vou ser mais anos 90 e usar a boa e velha ligação ou dar um grito de socorro (risos)”, afirma.

Dia das Crianças

O Dia das Crianças está chegando e se você ainda não encontrou o presente perfeito para o seu filho, a Pais&Filhos fez uma seleção especial de produtos no site da Amazon para você se inspirar, tem opções para todos os gostos e bolsos também. Dá uma olhada AQUI e arrase na escolha.

Atraso de marmitas

Tatiana não foi a única que teve a rotina atrapalhada pela queda do aplicativo de mensagens. “O fornecedor que entrega minhas marmitinhas semanais atrasou duas horas, pois não conseguiu avisar a dona que um outro cliente atrasou. Ou seja, as pessoas não sabem que existe o telefone para ligar”, conta Luana Silva que teve o almoço desta segunda atrasado.