Mulher que atacou filhos de Ewbank e Gagliasso tem “fama” por ofender outros brasileiros

No último sábado, dia 30 de julho, os filhos de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso foram alvos de ataques racistas em um restaurante em Portugal. A mulher ofensora já tinha fama de ser preconceituosa contra estrangeiros

Resumo da Notícia

  • Titi e Bless foram alvos de ataques racistas no último sábado, dia 30 de julho
  • A mulher que os atacou foi detida, mas solta logo em seguida
  • Ela já era conhecida por atacar outros brasileiros anteriormente

No último sábado, dia 30 de julho, os filhos mais velhos de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, Titi e Bless, foram alvos de um ataque racista em Portugal. A mulher, identificada como Maria Adelia Coutinho Freire de Andrade de Barros, foi detida na hora, mas solta em seguida.

-Publicidade-
A mulher foi detida pelos policiais após Bruno Gagliasso acionar as autoridades
A mulher foi detida pelos policiais após Bruno Gagliasso acionar as autoridades (Foto: Reprodução/ Instagram/ @lucaspasin)

Os pais Ewbank e Gagliasso vão prestar queixa formal contra a mulher que atacou os filhos e também uma família de turistas angolanos que estavam no restaurante Clássico Beach Club, localizado na Costa da Caparica. O caso de Giovanna Ewbank chamou a atenção de brasileiros que moram em Portugal.

Segundo relatos recolhidos pelo colunista do portal Metrópoles, Leo Dias, alguns imigrantes brasileiros se identificaram com a situação passada por Titi e Bless, e contaram que não foi a primeira vez que Maria Adelia havia proferido insultos racistas. Ela mora em Cascais, cidade localizada a 40 quilômetros da capital portuguesa, e também é conhecida como “Kikas”. Ela frequenta estabelecimentos como o que a família de Giovanna e Bruno estava e sempre arruma confusão com pessoas estrangeiras.

Maria Adelia já havia atacado outras pessoas anteriormente
Maria Adelia já havia atacado outras pessoas anteriormente (Foto: Reprodução/ Metrópoles)

Um dos relatos conta que Kikas já foi vista em um restaurante gritando palavrões e falando para que os brasileiros retornassem ao Brasil: “Vão se embora para o Brasil. Os portugueses não os aguentam mais. […] Saiam do nosso país”. Outra pessoa relatou que ela nunca é punida pelas ações racistas: “Infelizmente ela já aprontou muito aqui em Cascais, meu marido até já participou de uma audiência onde ela era acusada. Mas até hoje nada aconteceu. Espero que dessa vez haja uma punição à altura de seus atos violentos e maldosos”.

Vote na Pais&Filhos para o Troféu Mulher Imprensa! 

Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos, está concorrendo ao prêmio da categoria Pertencimento e Inovação da 16ª edição do Troféu Mulher Imprensa! Para votar, é muito simples: CLIQUE AQUI e aperte o botão ao lado da foto da Andressa para que ele fique azul. Em seguida, preencha o campo com seus dados e vá até seu email: será preciso confirmar o seu voto clicando em um link. Depois disso, sucesso! Seu voto já foi contabilizado. Obrigada!
Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos está concorrendo ao Troféu Mulher Imprensa
Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos está concorrendo ao Troféu Mulher Imprensa (Foto: Divulgação/Pais&Filhos)

Assista agora o POD&tudo com Marcos Piangers e Ana Cardoso! Em um bate papo muito divertido, eles falam da estreia do filme “O Papai é Pop”, inspirado no best-seller de Piangers, interpretado por Lázaro Ramos e Paolla Oliveira, que estreia no próximo dia 11 de agosto.