Família

Mulher que deu à luz aos 67 anos recebe triste notícia do governo chinês e revelação choca

Tian Weiping engravidou naturalmente

Nathalia Lopes

Nathalia Lopes ,Filha de Márcia e Toninho

(Foto: Reprodução / Mirror)

Depois de quebrar o recorde ser a mulher mais velha do mundo a dar à luz naturalmente, Tian Weiping de 67 anos recebeu uma notícia que gerou revolta no mundo inteiro. Acontece que antes de receberem a notícia de que estavam grávidos, ela e o marido, já tinham tido dois filhos. O que é um problema na China, país de origem do casal.

Acredite se quiser, ter três filhos na China é violar a Lei, isso porque o país tem um dura política de controle da natalidade. Agora Tian e Huang correm o risco de serem processados pelo governo e podem pagar uma multa por terem se tornado pai de três.

Huang, marido de Tian, deu entrevistas ao Independent e ao China Daily e comentou como ele a esposa estão se sentindo em relação a toda essa situação. “Não pretendemos violar a lei. Vou apresentar uma revisão administrativa ou iniciar uma ação judicial se for multado”, desabafou.

O mais “novo” pai da China disse que tem a esperança do casal estar isento da multa uma vez que a Lei se aplica apenas à mulheres com menos de 49 anos. Afinal, a gravidez tardia foi realmente um susto para eles, que já têm mais de 65 anos e são aposentados.

(Foto: Reprodução/CNN)

Entenda o caso 

(Foto: Reprodução / Mirror)

Uma mulher de 67 anos deu à luz menina na última sexta-feira, 25 de outubro. Tiang Ying teve a bebê de forma natural. A mulher já tinha dois filhos e passou por uma cesariana, com 36 semanas de gestação, no Hospital de Maternidade e Saúde Infantil Zaozhuang, no leste da China.

A criança nasceu com 2,5kg e saudável e a mãe, ex-enfermeira pediátrica do hospital, segue internada na UTI, segundo o site Mirror. O pai da criança, Huang Heping, de 68 anos, contou que ela se chamará Tianci. “Nós a chamamos de Tianci, porque ela era um presente de Deus. Espero que ela goste do nome dela no futuro”, afirmou.

Segundo o homem, a gravidez de alto risco não foi planejada. “Se realmente quiséssemos outro filho, teríamos feito muito antes. Nós não teríamos esperado até que ela estivesse tão velha. Foi um acidente”. Sobre as chances de não viver até que a filha atinja a maioridade, a mãe afirma. Temos que acompanhá-la à idade adulta a todo custo. Vamos tentar viver até os 110”. Além de dizer que não confia nos filhos ou netos para ajudar, e vai criar a filha com a pensão dela e do marido.

Leia também:

Impressionante! Idosa de 77 anos realiza parto improvisado da neta

Notícia de idosa de 101 anos que deu à luz é falsa, mas fomos atrás pra saber se é possível

Idosa é surpreendida pela família em reencontro emocionante com cachorro perdido