Mulher que teve quatro abortos por causa do cigarro fala sobre culpa: “Era mais importante do que meus filhos”

Hoje ela não fuma mais e quer engravidar novamente

Ela agora parou de fumar (Foto: Reprodução/YouTube DailyMail)

Jade Rist, uma mãe britânica, está usando a própria história de vida para dar um alerta para outras grávidas. Ela teve seis gestações, mas perdeu quatro em abortos espontâneos e ela acredita que isso pode ter acontecido por causa da quantidade de cigarros que ela fumou durante a gravidez.

-Publicidade-

A mulher deu uma entrevista para o portal Daily Mail e assumiu ter fumado trinta cigarros por dias. Jade disse que apesar de não poder confirmar que esse tenha sido mesmo o problema, ela afirma que os médicos disseram que sim, havia uma grande possibilidade do tabagismo ser o principal motivo para os abortos.

Existem uma série de pesquisas que afirmam que o cigarro realmente pode fazer mal aos fetos. As crianças podem, nascer abaixo do peso, podem ocorrer complicações na placenta, morte fetal, entre outros.

-Publicidade-

“Eu sofri muitos abortos e eu acho que foi por causa do cigarro. Eu me culpo muito por causa disso”, disse Jade. Ela também fala que nas gestações que conseguiu ir até o final, teve complicações durante o parto. E agora, que ela parou de fumar, diz querer ser mãe novamente.

“Eu quero engravidar de novo e não era justo eu ficar sofrendo abortos. Antes, quando fumava, eu acordava e a primeira coisa que pensava era no cigarro, ele era mais importante do que meus filhos. Agora eu estou muito mais feliz, antes eu costumava ficar muito irritada com facilidade e estava sempre pensando no próximo cigarro e agora isto acabou”, encerrou Jade.

Leia também: 

Bebê fumante: veja como está hoje o menino que fumava 40 cigarros por dia 

Como largar o cigarro na gestação? 

Estudo liga preço do cigarro à queda da mortalidade infantil

-Publicidade-