Mulher se revolta ao ser sempre escalada para trabalhar no dia de Natal por não ter filhos: “Tenho família”

Ela compartilhou o desabafo no Reddit

Resumo da Notícia

  • Mulher é escalada todos os anos para trabalhar no Natal por não ter filhos
  • Neste ano ela quis fazer diferente, no entanto, os outros funcionários ainda imploraram para trocar de turno com ela
  • Internautas deixaram conselhos para a jovem pela situação

Uma mulher foi a única escolhida para trabalhar no dia do Natal com a justificativa de ela não ter filhos. No entanto, neste ano, ela decidiu tirar uma folga nesta data, para poder comemorar com o namorado. No entanto, os colegas de trabalho continuaram implorando para ela trocar de turno.

-Publicidade-

Ela achou a atitude injusta e decidiu compartilhar a história no Reddit como forma de desabafo. “Eu não tenho filhos, mas sou muito próxima da minha família e por isso estava ansiosa para não ter que me preocupar com o trabalho e passar o Natal totalmente focada neles”, começou escrevendo.

Mulher se aborrece por ser escalada para trabalhar no Natal todos os anos
Mulher se aborrece por ser escalada para trabalhar no Natal todos os anos (Foto: iStoock)

“Nossa programação de Natal já saiu, e isso tem deixado pais de crianças irritados porque eles têm que trabalhar no Natal este ano. Por causa disso, fui abordado por alguns colegas de trabalho sobre eu trabalhar no turno de Natal deles e eles iriam trabalhar nos meus turnos antes do Natal”, continuou.

“Todo mundo sabe que meu namorado e eu ainda não temos filhos, então costumo ser uma das pessoas que mais recebem pedidos de troca de turno. Recusei os colegas de trabalho que perguntaram se eu trabalharia no Natal deles este ano, e pude perceber que havia aborrecimento com isso”, disse.

“Posso não ter filhos, mas minha família é muito próxima e meus avós têm problemas médicos, então tento aproveitar cada momento que posso com eles. Também estava ansioso para não me sentir exausto durante o tempo com eles”, desabafou.

“Ver a irritação dos colegas de trabalho quando recusei me fez sentir mal e frustrada. Eu entendo que todos obviamente querem estar com seus filhos durante o Natal, mas eu quero estar com minha família também”, afirmou. Depois que a história foi compartilhada online, muitas pessoas apareceram para deixar conselhos e mensagens de conforto.