Natália Toscano, esposa de Zé Neto, fala sobre família, gravidez na pandemia e vontade de ter mais filhos

Em entrevista exclusiva à Pais&Filhos, ela contou sobre o nascimento da filha, além da relação entre os irmãos e do período em que o cantor precisou se isolar devido ao coronavírus

Resumo da Notícia

  • Natália Toscano, esposa de Zé Neto, fala sobre a família e vontade de ter mais filhos
  • A famosa relembrou o nascimento da filha e o período em que Zé Neto se infectou com o coronavírus
  • Ela também falou sobre a relação entre os irmãos
  • Veja a entrevista completa

Angelina, filha do cantor Zé Neto, da dupla com Cristiano, e da influenciadora digital Natália Toscano nasceu durante a pandemia, no dia 19 de maio deste ano. Desde então, a família já passou por muitas coisas: desde as mudanças do José Filho ao ser ‘efetivado’ para filho mais velho até a infecção de Zé Neto com o novo coronavírus. Em entrevista exclusiva à Pais&Filhos, Natália contou um pouco sobre a chegada da bebê durante a pandemia, a infecção do marido com covid-19 e as mudanças que aconteceram na família desde a chegada da mais nova integrante.

-Publicidade-
Em entrevista à Pais&Filhos, ela abriu o jogo sobre o nascimento da filha durante a pandemia (Foto: Reprodução / Instagram / @zenetoecristiano)

A influenciadora começou relembrando a gestação e os primeiros dias de vida da filha. “A gestação em si foi tranquila, assim como a primeira. Mas, claro, teve uma preocupação em dobro por conta da pandemia, uma sensação de insegurança para quando chegasse o momento do nascimento. Então, desde o parto e depois todos os dias que se seguiram, ficamos todos de máscara. Também fui liberada mais rápido da maternidade devido à pandemia. E quando o Zé testou positivo foi bem delicado para nós, Graças a Deus, ocorreu tudo bem”, conta.

Coronavírus

Zé Neto se infectou com a doença dois meses após o nascimento da filha (Foto: Livia Cardoso)

O cantor Zé Neto testou positivo para a covid-19 no dia 27 de julho, quando Angelina tinha apenas 2 meses de vida. Segundo Natália, quem mais sofreu com o isolamento do pai foi o filho mais velho, José Filho, de 3 anos. “Esse período foi um pouco complicado em relação ao José Filho porque queria estar com o pai. Ele ouvia a voz do Zé e sabia que estávamos conversando, mas não podíamos ficar perto”, relembra.

-Publicidade-

Ela contou que, na época, outras pessoas da família também se infectaram com a doença. “Meu sogro também testou positivo, foi o único além do Zé. E nesse tempo contei muito com a ajuda da minha mãe e da minha sogra com as crianças. Minha preocupação era muito grande em relação às crianças, principalmente a Angelina recém-nascida na época, mas fizemos todos os exames e com o Zé no isolamento graças a Deus deu tudo certo”.

Depois da cura, porém, o reencontro fez com que tudo valesse a pena. “Nossa, foi um alívio e uma sensação de reencontro mesmo. O José então, ficou extremamente feliz de poder estar com o pai novamente e abraçá-lo. E o Zé ficou emocionado em pegar a Angelina no colo novamente, na verdade, foi pura emoção para todos nós”.

Relação entre os filhos

Ela falou sobre a relação entre os filhos (Foto: divulgação)

Os irmãos mais novos algumas vezes não são muito bem recebidos pelos mais velhos, principalmente durante os primeiros dias de vida. Na casa de Natália e Zé Neto, no entanto, isso não foi um grande problema. “Nossa, o José é puro amor e extremamente carinhoso. Isso nos enche de paz (eu e o Zé), assim, ver os dois trocando abraços e construindo um elo. Ele logo quis pegar no colo e fica falando como ela é linda. Tem um cuidado muito forte, impecável. Muito lindo e gostoso de ver esse amor”, conta.

Natália disse, também, que notou que o filho mais velho ficou mais responsável desde a chegada de Angelina. “A interação dos dois tem crescido cada vez mais também e isso desperta um lado mais cuidadoso e ‘responsável’ do José”, aponta.

A família

A famosa abriu o jogo sobra a vontade de aumentar a família (Foto: Livia Cardoso)

Para Natália, família é tudo. Ela contou que a maternidade trouxe uma felicidade inexplicável para o dia-a-dia. “Sou muito realizada com o meu casamento, meu trabalho e tudo que fui conquistando durante esses anos por mim e com a companhia do meu marido. Mas, com certeza, a maternidade trouxe um novo tom para minha vida, mais felicidade, amor e força”, conta.

Natália gostou tanto da experiência que confessou que talvez queira ser mãe novamente mais pra frente, apesar de não pensar no assunto no momento. “O nascimento da Angelina é muito recente e o José ainda pequeno. Mais para frente, talvez, ainda não sabemos, mas amo uma família grande”, conta, entre sorrisos.

Gratidão. É essa palavra que Natália usou para falar sobre a família. “Minha família, meus pais, e o que eu venho construindo com o Zé e nossos filhos são meus bens mais preciosos. Parece até clichê, mas eles são meus maiores presentes e sou muito grata a Deus por tudo”, finaliza.

-Publicidade-