Noiva chega ao casamento em viatura policial para homenagear mãe

Raillane Moreira de Carvalho perdeu a mãe Eva da Silva Moreira para a covid-19 há cerca de 8 meses, mas fez questão de ter ela presente de alguma forma durante o casamento

Resumo da Notícia

  • Uma mulher decidiu fazer uma homenagem para a mãe durante o casamento, após perdê-la para a covid-19
  • Ela chegou no local em uma viatura da polícia e foi até o altar segurando um balão em formato de coração
  • O sonho da vida da mãe dela era vê-la atuando como policial

Raillane Moreira de Carvalho, de 21 anos, resolveu fazer uma homenagem especial para a mãe, Eva da Silva Moreira, na entrada do próprio casamento, que aconteceu no dia 18 de junho, em Palmas.

-Publicidade-
Filha homenageia mãe vítima de covid-19 durante casamento
Filha homenageia mãe vítima de covid-19 durante casamento (Foto: reprodução/G1)

O sonho da vida de Eva era ver a filha se tornar policial, porém ela faleceu há mais ou menos 8 meses após complicações por contrair covid-19. Assim, Raillane optou por chegar no evento dentro de uma viatura, e com as sirenes ligadas.

A decisão também foi uma surpresa para a maioria dos convidados, que se espantaram o ouvir o barulho. Com ajuda de três militares da Força Tática, Raillane realizou a vontade e foi acompanhada até a passarela, onde seguiu para o altar.

Noiva chega no casamento em viatura da polícia para homenagear a mãe
Noiva chega no casamento em viatura da polícia para homenagear a mãe (Foto: reprodução/G1)

“O real motivo disso tudo foi pela memória da minha mãe. Ela tinha o sonho de me ver formada e atuando em carreiras policiais”, pontuou, além de reforçar: “Para algumas pessoas pode ser pequeno, mas eu fiquei bastante realizada. Não foi uma entrada comum, foi a entrada. Eu cheguei chegando, fiquei muito feliz”, disse ao G1.

Raillane foi até o altar ao lado do cunhado com um balão vermelho em formato de coração, escrito “mãe”. Já no altar, a noiva beijou o balão, se emocionou e foi aplaudida pelos convidados.

Uma noiva levou um balão de coração para o altar em homenagem à mãe, que faleceu após complicações da covid-19
Uma noiva levou um balão de coração para o altar em homenagem à mãe, que faleceu após complicações da covid-19 (Foto: reprodução/G1)

O noivo, Melquesedeque Magalhães Lourenço, de 24 anos, também comentou sobre o episódio e atitude dos militares: “Eu fiquei bastante emocionada com a atitude deles. O receio era de acontecer alguma ocorrência na hora e eles serem chamados, mas deu tudo certo. Eles foram prestativos, me viram tremendo e me acalmaram. Foram muito educados”.