Noiva proíbe dama de honra de 7 anos de usar branco no casamento por motivo inacreditável

Uma noiva foi criticada por proibir a dama de honra de 7 anos de usar um vestido branco no casamento, porque ela achava que a menina ia ofuscá-la

Resumo da Notícia

  • Uma noiva entrou em uma situação complicada
  • Ela proibiu a futura sobrinha de 7 anos de usar branco no casamento, mesmo com ela sendo a dama de honra
  • A mulher achou que a menina ia ofuscá-la no grande dia
  • O noivo não gostou da atitude da futura esposa
  • Internautas opinaram na decisão da noiva

Se tem uma coisa que as noivas entendem, é planejar e analisar com cuidado todos os detalhes para garantir que o dia especial saia como imaginado. Mas não importa o quanto é planejado, nunca dá tudo 100% certo no grande dia, especialmente porque os convidados têm a liberdade de fazer o que quiserem.

-Publicidade-

No Reddit, uma noiva foi acusada de ser uma “noiva do mal” depois de proibir a dama de honra de sete anos de usar um vestido branco no casamento. Ela disse que não quer ser “superada” pela futura sobrinha no grande dia, apesar dela ser apenas uma criança.

“Nós decidimos fazer da minha futura sobrinha a dama de honra. Ela está prestes a completar sete anos, é a menina mais doce, e eu pensei que o papel seria perfeito para ela”, disse ela. E completou: “Desnecessário dizer que sua mãe aprovou e ficou em êxtase quando perguntei a ela se a filha estaria disposta a assumir esse papel.”

Para ajudar na organização, a noiva criou um bate-papo em grupo do casamento para convidadas mulheres, proporcionando um local para elas discutirem as opções de roupas. “A mãe da menina postou uma foto de um pequeno vestido branco puro no bate-papo, dizendo que era para sua filha.”, disse a noiva. Ela completou desabafando: “Eu realmente não estava ok com isso de forma alguma. Eu acho que usar branco em um casamento é brega e pode ser interpretado de forma errada – como tentar ofuscar a noiva.”

Noiva ficou chateada com a postura da madrinha de casamento e deicdiu dar um jeito nas fotos da carimônia
Uma noiva foi chamada de ‘noiva do mal’ por proibir a dama de honra de usar branco no casamento (Foto: Getty Images)

Então, ela mandou uma mensagem privada para a futura cunhada e pediu para ela procurar outras opções para a criança, como azul pastel ou rosa claro. Ela contou a resposta da mãe: “Ela me disse que sua filha gosta muito do vestido branco, e que ela realmente ama, e que é apenas um vestido que não deve ser grande coisa. Além disso, ela também falou isso nem deveria me incomodar, porque ninguém deveria ver isso como ofuscante, considerando que ela é literalmente uma criança.”

Apesar de concordar com muitos dos pontos apresentados pela futura cunhada e reconhecer que as damas de honra normalmente usam branco, a noiva ‘bateu o pé no chão’ e não mudou a decisão de proibir a menina de 7 anos de usar o vestido. “A mãe me procurou várias vezes para tentar me convencer a mudar minha postura, dizendo que sua filha ficaria com o coração partido se ela não pudesse usar o vestido, já que ambas se apaixonaram por ele. Minha resposta sempre foi um firme não”, disse ela.

“Eu contei ao meu noivo sobre isso e ele ficou chateado comigo, me contando sobre como eu estava criando um problema maior do que eu deveria sobre a cor do vestido de uma criança, e que isso realmente não importa”, desabafou a noiva. Nos comentários da publicação no Reddit, a maioria das pessoas concordou com o noivo em achar que ela estava exagerando: “Rainha do drama. Uma verdadeira noiva do mal. É um vestido de criança, ninguém em sã consciência vai confundir uma criança de sete anos com a noiva.”

Marido sugere nome da futura filha e mulher não gosta muito da escolha
O noivo não gostou da atitude da futura esposa (Foto: Getty Images)

Outra internauta acrescentou: “Que exagero. Você está exagerando e sabe disso”, enquanto outra comentou sobre uma experiência pessoal: “Eu, como convidada, uma vez usei a mesma cor do vestido das damas de honra e me senti uma idiota. Hoje em dia, sempre pergunto à noiva sobre os vestidos para não fazer isso de novo.”