Nora de Tarcísio Meira diz ter sonhado com lugar onde o sogro está após a morte

Mocita Facundes é esposa de Tarcisinho, e afirmou detalhes do sonho que teve com o falecido ator nas redes sociais

Resumo da Notícia

  • A nora de Tarcísio Meira diz ter sonhado com o sogro
  • Ela contou que viu o lugar que o ator está após a morte
  • Tarcísio faleceu após complicações da covid-19

Mocita Fagundes, esposa de Tarcísio Filho e nora de Tarcísio Meira, contou para os seguidores das redes sociais que sonhou com o sogro após a morte. Tarcísio Meira faleceu após complicações da covid-19 em agosto deste ano.

-Publicidade-

Por meio de um post no Instagram, Mocita afirma para os fãs que viu o local que o sogro está, e que ele é “de muita luz”. “Sonhei que eu estava sentada no chão, Tarcisinho sentado no sofá na minha frente um pouco mais para a direita. A Glória estava numa cadeira à minha esquerda. Não tenho certeza, mas acho que estávamos na varanda do sítio”, relata ela, de início.

“Estávamos conversando tranquilamente quando ele chegou e se sentou ao lado do Tarcisinho. Eu olhei pra ele admirada e falei ‘Nossa, Tarcisão! Como tu tá bonito!’, e ele me olhou e respondeu com esse sorriso aí da foto… ‘— Você acha?’ E eu olhei pra Glória e perguntei: ‘— Tu não tá vendo ele?’ E aí eu acordei…”, se emociona a nora. Enfim, Mocita aproveitou o espaço para relembrar com carinho do ator.

Ela publicou o relato nas redes sociais
Ela publicou o relato nas redes sociais (Foto: Reprodução/ Instagram)

“Iluminado, sorridente, voz altiva. Não estava ofegante e caminhava firme. Vestia polo bege e bermuda no mesmo tom. Elegante como sempre. Fiquei tri feliz de ter sonhado com ele”, finalizou. Os fãs se emocionaram com o relato, e não deixaram de comentar sobre a experiência na publicação.

“Poxa Mocita …fui as lágrimas ao ler sobre seu sonho…parabéns pela sua grandiosa visita ele veio p dizer que está bem que está em paz”, declarou um seguidor. Outro ainda completa, sobre a foto que acompanha o relato, “Esse sorriso é inesquecível saudades”.