Nova variação do coronavírus é identificada no Reino Unido

O secretário da Saúde disse que pelo menos 60 autoridades locais diferentes registraram infecções de Covid causadas por essa nova variante

Resumo da Notícia

  • Nova variação do coronavírus é identificada no Reino Unido
  • O secretário da Saúde disse que pelo menos 60 autoridades locais registraram infecções de Covid causadas por essa nova variante
  • Os cientistas já estão pesquisando sobre a novidade
  • Entenda melhor sobre os possíveis impactos

Uma nova variante do coronavírus foi encontrada e está crescendo cada vez mais rápido em algumas partes da Inglaterra. O secretário de Saúde Matt Hancock disse que pelo menos 60 autoridades locais diferentes registraram infecções de Covid causadas por essa nova variante. Ainda de acordo com o que ele falou à BBC, a Organização Mundial da Saúde já foi notificada a respeito e cientistas do Reino Unido estão fazendo estudos detalhados.

-Publicidade-
Nova variante é encontrada na Inglaterra (Foto: Getty Images)

O secretário da Saúde ressaltou que, até o momento, “nada sugere” que a doença tenha piorado ou que as vacinas não funcionariam mais. “Atualmente, identificamos mais de 1.000 casos com esta variante predominantemente no sul da Inglaterra, embora os casos tenham sido identificados em quase 60 diferentes áreas de autoridade local. Não sabemos até que ponto isso ocorre por causa da nova variante, mas não importa a causa, temos que tomar medidas rápidas e decisivas, o que infelizmente é absolutamente essencial para controlar essa doença mortal enquanto a vacina é lançada”, disse ele.

O professor Alan McNally, especialista da Universidade de Birmingham, disse, ainda à BBC, que os laboratórios de testes do Reino Unido descobriram essa nova variante nas últimas semanas. “Enormes esforços estão em andamento para caracterizar a variante e entender seu surgimento. É importante manter uma perspectiva calma e racional sobre ela, pois esta é a evolução normal do vírus e esperamos que novas variantes surjam com o tempo”, explicou ele.

-Publicidade-

O professor seguiu explicando que existe uma regra simples para entender todas as possívei novas variante, que é basicamente olhar o comportamento do vírus e analisar e ele mudou. Fazer essa checagem é crucial porque os víru sofrem mutações o tempo todos. “Até agora recebemos o susto, mas não a resposta”, disse.

Para o secretário de Saúde, Matt Hancock, a nova variante do coronavírus “pode ​​estar associada” à disseminação mais rápida no sudeste da Inglaterra. Ele ressaltou que falar isso não é o mesmo que afirmar que essa variante está causando esse aumento. Ainda se sabe pouco sobre essa nova variação do vírus.