Novo filme da Disney ‘Red: Crescer é uma Fera’, retrata os desafios da transição de uma criança para a adolescência

A Pais&Filhos participou de um bate-papo exclusivo com a diretora do filme Domee Shi, e a produtora, Lindsey Collins. O filme chega hoje, 11 de março, aos cinemas

Resumo da Notícia

  • Novo filme da Disney 'Red: Crescer é uma Fera', chega hoje aos cinemas
  • A animação retrata desafios da transição da criança para a adolescência
  • A Pais&Filhos participou de um bate-papo com a diretora do filme Domee Shi, e a produtora, Lindsey Collins

Viva! ‘Red: Crescer é uma Fera’ – novo lançamento da Disney  – chega hoje, 11 de março, aos cinemas! A animação conta a história de Mei Lee, uma garota de 13 anos que está passando por desafios de um adolescente em transição para a nova fase da vida. Ming, sua mãe, é uma figura superprotetora e autoritária. Por conta disso, as emoções da menina se intensificam e acaba se transformando em um gigante panda vermelho!

-Publicidade-

A produção retrata, em especial, a fase da puberdade de uma adolescente em um período de grandes descobertas sobre a vida. Sobre esse assunto, a Revista Pais&Filhos participou de um bate-papo especial com a diretora do filme Domee Shi, e a produtora, Lindsey Collins.

Red: Crescer é uma Fera lança hoje nos cinemas
Red: Crescer é uma Fera lança hoje nos cinemas (Foto: Reprodução / Disney)

O que o público jovem pode aprender com Mei Lee?

“Eles podem se identificar com as emoções de Mei e os desconfortos de uma jovem de 13 anos, entender quem você é”, afirmou Lindsey. “Todo mundo pode se identificar com isso e entender o que está acontecendo e se identificar com o que já foi no passado [no caso dos pais]. Podemos aprender isso de forma divertida”, acrescentou.

Vocês se inspiraram em alguém para criar a relação de Mei com sua mãe?

“Sim, eu diria que mãe de Mei é uma mulher forte, protetora e preocupada, definitivamente é muito parecida com a minha mãe e minha avó”, afirmou Domee.

“Eu me inspirei em meus pais, principalmente pelo fato de ela deixar a filha envergonhada em alguma situação”, brincou Lindsey. “E eu jamais deixaria meus filhos constrangidos”, disse aos risos.

Vendo a relação de Mei Lee e Ming, o que os pais podem aprender com os filhos?

“Eu não sou mãe, mas eu pensaria ‘crescer é realmente muito difícil. Serei criança para sempre ou irei crescer?'”, começou Domee Shi. “Na verdade, fazer esse filme me fez lembrar muito de minha mãe também. Faz parte do crescimento, pensar que seus pais também são humanos, transbordam, tem emoções e sentimentos. Eu acredito que quando os pais assistem o filme, eles lembram de como eram na mesma idade e irão entender os filhos por estarem nessa fase”, acrescentou.

“Sim, eles vão entender que os filhos passam por desafios e estão em um período de descobrir quem realmente são. Além de, claro, lembrar do impacto que essas emoções tem em nossas vidas”, afirmou Lindsey.

E o que os filhos podem aprender com os pais?

“Eu espero que quando os filhos assistirem, eles entendam que é comum passar por uma confusão nessa fase da vida. Grandes emoções e mudanças com o seu corpo são normais e que nunca estarão sós”, disse Domee.

Qual lição mais importante que podemos aprender com o filme?

“Acredito que a lição mais importante que podemos aprender é compreender a bagunça que há dentro de você durante essa fase da vida. E não seja tão duro consigo mesmo se você errar ou estiver com medo. Tudo é normal quando você está crescendo”, disse Domee Shi.