Novo livro da Turma da Mônica faz alerta para as famílias sobre os perigos das fake news

Mauricio de Souza, criador dos quadrinhos Turma da Mônica, lançou o novo projeto literário na Bienal do Rio e explicou sua importância nos dias de hoje

Resumo da Notícia

  • Mauricio de Sousa se juntou à jornalista e escritora Januária Cristina Alves para escrever livro que fala da importância de combater notícias falsas;
  • "#XôFakeNews" contou com a participação dos principais personagens da Turma da Mônica;
  • O cartunista falou sobre o perigo da internet para a informação.

O cartunista Mauricio de Sousa, juntamente com a jornalista e escritora Januária Cristina Alves, divulgaram nesta quarta-feira, 8, o novo projeto da Turma da Mônica Jovem “#XôFakeNews”, um livro que reflete a gravidade das notícias falsas e o cuidado que jovens e crianças devem ter na internet.

-Publicidade-

Na história, a personagem Tina, criada por Mauricio em 1964, acaba de formar em jornalismo e decide criar uma página online para informar as pessoas do Bairro do Limoeiro sobre a desinformação e, por isso, é convidada para conversar com os jovens sobre o assunto.

"#XôFakeNews", novo quadrinho de Mauricio de Sousa, ajuda jovens e crianças a entenderem importância de combater notícias falsas
“#XôFakeNews”, novo quadrinho de Mauricio de Sousa, ajuda crianças a entenderem importância de combater notícias falsas (Foto: Divulgação/Mauricio de Sousa Produções)

“Nós temos o cuidado de usar personagens adultos ou especialistas para falar sobre temas mais pesados. A Tina está por dentro do mundo da comunicação e da reação às notícias falsas, o que a torna a personagem ideal”, explica o cartunista em entrevista ao OGlobo.

Mauricio iniciou sua carreira como jornalista aos 19 anos, e contou ao OGlobo que as histórias da Turma sempre são alvos de manchetes agressivas ou alteradas, tiradas do contexto real. “As mentiras sempre existiram, mas as redes sociais ampliaram esse poder de fogo. A internet tomou um volume muito mais pesado, amplo e perigoso. É um assunto sério”, disse.

Januária relata que a desinformação mata, e todos os usuários da internet são responsáveis para combatê-las. “Não adianta tentarmos impedir a entrada das crianças na rede, então vamos ensiná-las a navegar com segurança para que possam construir um mundo virtual diferente do que vemos hoje” acrescenta a escritora.