“O destino seria diferente”, lamenta Alexandre Frota por ter perdido o papel para Guilherme de Pádua

Alexandre Frota abre o jogo e conta que Gloria Perez escreveu o personagem Bira pensando nele e não em Guilherme De Pádua

Resumo da Notícia

  • Alexandre Frota conta que ele seria o par de Daniella Perez ao invés de Guilherme de Pádua
  • Pois Gloria Perez escreveu o papel do "Bira" pensando no deputado, e não em Guilherme
  • E Alexandre diz que talvez Daniella estivesse viva se ele tivesse contracenado com ela

Alexandre Frota contou em uma entrevista ao jornal Metrópoles que ele daria vida ao personagem Bira, na novela ‘De Corpo e Alma’, porém, perdeu o papel para Guilherme de Pádua.

-Publicidade-

O deputado conta que se ele tivesse sido escalado para o papel, Daniella Perez provavelmente estaria viva. “O destino seria outro completamente diferente, e nós poderíamos ter a Dani junto da família dela é casada com Raul Gazolla”, contou. Gloria Perez, mãe de Daniella, já tinha escalado Alexandre Frota para o elenco, no entanto, outro diretor da novela barrou a entrada dele, dando o papel para Guilherme de Pádua.

“O papel do Bira foi escrito pra mim, a Gloria escreveu pensando em mim. Eu não pude fazer porque não fui liberado pelo autor Carlos Lombardi da novela das 19h. Meu personagem também fazia muito sucesso na novela Perigosas Peruas. Era o Jaú, um personagem que se envolvia com a Sílvia Pfeifer, e o Carlos Lombardi não me liberou para que eu fizesse, mesmo o Roberto Talma, que foi o diretor-geral de Perigosas Peruas, e era o diretor em De Corpo e Alma no início, querendo que eu fosse para a novela das 20h”, iniciou ele.

Guilherme de Pádua era ator e contracenava com Daniella Perez quando ela morreu (Foto: Reprodução/ YouTube e HBOmax)
Guilherme de Pádua era ator e contracenava com Daniella Perez quando ela morreu (Foto: Reprodução/ YouTube e HBOmax)

Ele também defendeu Gloria Perez, dizendo que ela não teve culpa alguma pela escalação de Guilherme de Pádua. “Foi o destino que fez com que o Guilherme fosse escolhido dentro da TV Globo. Todos processo da Gloria dentro desse assassinato é incrível, ela foi muito guerreira, muito lutadora, ela foi uma mãe de coragem”.

Raul Gazolla e Alexandre Frota se aproximaram mais ainda após a morte de Daniella. “Depois de tudo consegui trazer Raul para morar em São Paulo, fiquei com ele um ano inteiro. Eu fiquei com ele porque as coisas eram difíceis”.

Por fim, ele conta que após assistir o documentário sobre o assassinato de Daniella Perez na HBO Max, “Pacto Brutal”, ele reviveu a época da morte da atriz. “Eu fiquei muito chocado de ter assistido aos cinco episódios. Mesmo tendo vivido tudo aquilo, foi muito forte para mim. Eu liguei para o Gazolla, conversei com ele, enfim, foi um pacto brutal”.

Vote na Pais&Filhos para o Troféu Mulher Imprensa!

Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos, está concorrendo ao prêmio da categoria Pertencimento e Inovação da 16ª edição do Troféu Mulher Imprensa! Para votar, é muito simples: CLIQUE AQUI e aperte o botão ao lado da foto da Andressa para que ele fique azul. Em seguida, preencha o campo com seus dados e vá até seu email: será preciso confirmar o seu voto clicando em um link. Depois disso, sucesso! Seu voto já foi contabilizado. Obrigada!

Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos está concorrendo ao Troféu Mulher Imprensa
Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos está concorrendo ao Troféu Mulher Imprensa (Foto: Divulgação/Pais&Filhos)

Assista ao POD&tudo com as gêmeas Bia e Branca Feres: