“Ovos verdes e presunto”: vem conhecer nova série animada da Netflix para rir (muito) em família

Quando o clássico de Dr. Seuss sai dos livros direto para sua casa

A gente não vê a hora de ver a próxima a aventura dessa dupla mais do que dinâmica (Foto: reprodução/Twitter @jaredstern)

“Você gosta de ovos verdes com presunto?” – talvez essa seja uma das mais famosas frases da literatura infantil. E se você não teve a oportunidade de ler “Ovos Verdes com Presento”, na sua infância ou com seu filho, essa é a hora de conhecer a história através da nova série animada da Netflix. 

-Publicidade-

E o melhor de tudo: poder usar a animação como uma forma de incentivar o seu filho a conhecer os outros livros do famoso Dr. Seuss. Theodor Seuss Geisel escreveu mais de 60 livros infantis, incluindo “O Lórax” e “Horton choca um ovo”. 

Ovos Verdes com Presuntos já está com a primeira temporada disponível para você e toda a sua família na plataforma da Netflix. Até agora, são 13 episódios com meia a hora cada um, aqueles que dão muita vontade de maratonar. Tanto que a gente não vê a hora do lançamento da continuação da série. 

-Publicidade-

A animação conta a história de Sam-I-Am e Guy-I-Am (que em português receberam os nomes de Romeo e João) e conta com Adam Devine, Michael Douglas, Ilana Glazer e Diane Keaton como dubladores originais. 

A série já está na Netflix (Foto: reprodução/Twitter @jaredstern)

A narrativa começa com o encontro de dois estranhos que se tornam amigos por conta de um animal em extinção e um prato bem especial (ovos verdes com presunto). Romeo e João vão aprender e ter experiências juntos ao longo dos 13 episódios da série. 

É no caminho de volta para entregar o animal em extinção ao seu território natural que Romeo e João vão passar por poucas e boas. Quando chegam à Meepville os amigos conhecem a mãe solo (e superprotetora) Michelle e a filha dela EB. EB se apaixona pelo pet e a história desse quarteto fica ainda mais imperdível. E como a gente não vai te dar nenhum spoiler, corre para Netflix e descobre onde tudo isso vai dar. 

Nos bastidores…

Mas a gente pode afirmar uma coisa, por mais que a narrativa seja infantil, na hora de produzir os 13 episódios, não teve brincadeira nenhuma. A gente conversou com o Jared Stern, filho de Allen e Ruth, e um dos produtores executivos, e ele nos contou um pouco mais sobre essa experiência. 

“Ovos verdes e presunto” é uma parceira de grandes nomes do cinema. A equipe reuniu Ellen DeGeneres, apresentadora americana superfamosa nos Estados Unidos e que tem um programa de TV com o próprio nome, Sam Register, Mike Karz, David Dobkin e Jeff Kleeman, e é tudo isso foi produzido por Helen Kalafatic (a responsável por Bob Esponja Calça Quadrada e Sininho).

Vale lembrar que a série tem um selo de animação da Warner Bros. e Jared também já participou de produções como Detona Ralph e O filme LEGO Batman. Dá uma olhada no nosso bate-papo:

Você cresceu com os livros do Dr. Seuss?

Sim, definitivamente cresci com muitos dos livros do Dr. Seuss e eu tenho muitas memórias de quando eu ainda era criança e lia “Ovos verdes e presunto”. Um dia, quando eu contei para o minha avó que ajudou a me criar que ia produzir esse show ela disse que não teria nada melhor, ela disse: “você amava esse livro e lia o tempo todo”. E esse é o livro da minha infância, ela costumava ler para mim antes de eu aprender.

E é isso que eu amo nos livros do Dr. Seuss, eles são tão simples e mesmo assim têm o propósito de ensinar as crianças a ler, mas eles também não são nenhum um pouco chatos ou entediantes. E é por isso que eu amo tanto essa história. Eu acho que aprendi a ler com esse livro.

Como surgiu essa ideia de transformar “ovos verdes e presunto” em uma série de televisão?

Eu estava trabalhando com alguns produtores e eles vieram até mim e disseram: “Ei,  a gente pode conseguir os direitos para fazer isso”. E eu logo pensei, “como vocês fizeram isso? Não tem muita história, na verdade é bem curta (a história)”. Só tem apenas 50 palavras no livro original, então eu pensei que não conseguiríamos fazer isso, mas eu lembrei do tanto que amava essa história que achei que seria melhor pensar um pouco mais sobre o assunto.

Então eu peguei o livro e comecei a folhear a as páginas e disse: “Olha. É uma história completa. Tem comédia, tem os dois tipo opostos de perfis de caras. E também é uma boa história sobre viagem e aventura. Temos “ovos verdes e presunto” no carro, no trem, no barro e tudo isso me fez lembrar de outros filmes que eu amo.

Você gosta de ovos verdes e presuntos? (Foto: reprodução/Twitter @jaredstern)

Como foi mudar de um mundo como Lego para um clássico como esse?

Tem muita pressão trabalhar com Dr. Seuss principalmente porque todo mundo conhece e ama as histórias dele. E muito difícil, principalmente quando você está escrevendo, manter o nível alto. O alto nível de escrita dele. Mas é ao mesmo tempo muito empolgante porque tentar fazer isso é um desafio e tanto.

E eu acho que é parecido com Lego porque os dois foram pensados e feitos para todo mundo, não só para crianças pequenas, não só para os pais e sim para toda a família. É para todo mundo aproveitas e foi isso que me fez tanto querer fazer esse show.

Como era o ambiente de trabalho durante o tempo de produção da animação?

O nosso ambiente de trabalho era cheio de livros do Dr. Seuss. Não só “Ovos verdes e presuntos”, mas tudo o que ele já tinha escrito e isso foi bem divertido. Quando você é criança, você quer um livro dele e a gente tinha todos os 60.

Fomos até a biblioteca do próprio Seuss, estávamos onde ele trabalhou, com os os livros que ele escreveu e com os livos que eram dele. Foi mágico. E sobre a nossa “vibe”: era incrível também. Trabalhar com artistas sempre envolve um boa vibe.

Todo mundo quer se ajudar, todo mundo que fazer brincadeiras com todo mundo. Em animação, todo mundo tem se ajudar e o ambiente é sempre muito bom. E sempre ficava melhor conforme as coisas iam acontecendo.

E como foi trabalhar com Ellen?

Ellen é ótima. Ela é aquela pessoas que tem as ideias loucas, que prega peças em todo mundo. Sem contar que ela que teve essa ideia de chamar os atores, ela tem aquela audiência enorme que a segue. Ela pode chegar e dizer: “Olhem isso aqui” e o retorno vai ser enorme. Mas ela também é uma pessoa criativa e baita talentosa. Uma boa dançarina. Ela ama dançar. Ela ama dança.

Você se atreveria a provar os ovos verdes e o presunto de Romeo ou teria medo como João?

Uma das minhas comidas preferidas hoje, é uma comida que eu não comia de jeito nenhum quando eu era criança. Mas eu cresci aprendi a gostar e hoje é minha comida preferida. Então sim, definitivamente provaria os ovos verde e presente sim.

Ficou com vontade de assistir? Aproveita para ver o trailer:

Leia também: 

10 Filmes da Netflix que falam sobre fé e milagres para ver em família

Klaus, 1ª animação da Netflix, estreia 15 de novembro e até quem não é assinante vai poder assistir

Netflix da Disney: saiba quanto vai custar a plataforma com todos os filmes e séries para assistir com a sua família

-Publicidade-