Padrasto é preso após ser acusado de esconder a enteada morta em um barril

Charlise Mutten, de 9 anos, foi encontrada sem vida dentro de um barril em Blue Mountains, na região de Nova Gales do Sul, Austrália

Resumo da Notícia

  • Menina foi encontrada sem vida dentro de um barril
  • O padrasto foi acusado pelo crime
  • A polícia já está investigando o caso

Na última quarta-feira, 19 de janeiro, Charlise Mutten, de 9 anos, foi encontrada sem vida dentro de um barril em Blue Mountains, na região de Nova Gales do Sul, Austrália.

-Publicidade-

A garota estava desaparecida desde a sexta-feira, 14 de dezembro e foi encontrada na casa do padrasto Justin Stein, de 31 anos, que foi preso após ser suspeito pelo crime.

Menina de 9 anos é encontrada morta num barril
Menina de 9 anos é encontrada morta num barril (Foto: Reprodução / IG)

A escola em que Charlise estudava, divulgou uma nota lamentando pela morte da criança. “Estamos absolutamente devastados com a notícia. Nosso coração está com a família de Charlise”, disse a Tweed Heads Public School. Eles também acrescentaram dizendo que ela “iluminava o dia de todos, todos os dias”.

De acordo com o site News, a vítima estava passando as férias com a mãe Kallista Mutten, que vivia com o padrasto, pois ela vivia com a avó em outro estado. A mãe precisou se internada após receber a notícia da filha. A polícia local ainda está investigando com mais profundidade o caso.