Padrasto espanca idoso que chamou sua enteada de 10 anos de ‘gostosa’

O homem estaria sentado na calçada da rua quando a menina passou e foi assediada

Resumo da Notícia

  • Um idoso está internado em estado grave após ser espancado por assediar uma criança de 10 anos
  • Ele foi agredido pelo padrasto da garota e mais dois homens
  • A menina de dez anos ligou para o namorado da mãe e contou o ocorrido

Desde a última terça-feira, dia 19, um idoso está internado em estado grave após ser espancado por assediar uma criança de 10 anos. A menina estaria passando pela calçada na qual o sujeito se encontrava. Ele foi agredido pelo padrasto da garota e mais dois homens.

-Publicidade-
O homem já foi identificado e está cumprindo prisão preventiva domiciliar
O homem já foi identificado e está cumprindo prisão preventiva domiciliar (Foto: Reprodução / Getty Images)

O caso aconteceu no bairro Samambaia, em Brasília, por volta das 16h30. Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), o idoso teria chamado a criança de ‘gostosa’ e pedido que ela sentasse no colo dele. As autoridades também informaram que o idoso estava sob o efeito de álcool. Com a situação, a menina de dez anos ligou para o namorado da mãe, que voltou ao local onde aconteceu o assédio e espancou, com mais duas pessoas, o homem de 60 anos, deixando o chão repleto de sangue. “A menina correu para casa e ligou para o namorado da mãe. Ele foi até o local, na companhia de mais duas pessoas, e espancou o idoso que estava deitado na calçada”, explicou Rodrigo Carbone, o delegado-adjunto da 26ª Delegacia de Polícia ao jornal Correio Braziliense.

O idoso foi socorrido com quadro gravíssimo e possui poucas chances de sobreviver. (Foto: Reprodução/PCDF)

O idoso foi socorrido com quadro gravíssimo de politraumatismo craniano, inúmeras costelas fraturadas e perfuração no fígado e nos rins. Após ser atingido por chutes e socos ele precisou ser internado e segue em estado grave na unidade de terapia intensiva (UTI) no Hospital Regional de Ceilândia (HRC).O delegado afirmou que o assediador tem poucas chances de sobreviver.

Já o padrasto da garota, de 26 anos, foi identificado e indiciado nesta quarta-feira, 20 de julho, menos de 24h depois da agressão. “Ele responderá pela tentativa de homicídio qualificado por meio que impossibilitou a defesa da vítima”, informou Carbone.