Pai admite ter matado filho com facadas: “Nunca foi meu objetivo”

O caso aconteceu no Espírito Santo e o pai alegou que estava tentando separar uma briga

Resumo da Notícia

  • Wilson Alves esfaqueou o filho no último sábado
  • O pai gravou um vídeo onde admitia ter matado o próprio filho e irá se entregar para a polícia
  • No vídeo Wilson conta que estava tentando separar uma briga do filho

Wilson Alves Motim, 58, gravou um vídeo e publicou nas redes sociais onde admite ter esfaqueado o filho, Weverson Corrêa, 28. Nas imagens ele conta que estava tentando separar uma briga entre o filho e a nora que estavam discutindo na rua, quando teria passado a ser agredido pelo rapaz.

-Publicidade-

O crime ocorreu no bairro Jardim Tropical, na Serra, Região Metropolitana de Vitória, no Espírito Santo. O homem foi levado às pressas para o hospital mas não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo. Wilson confessou ter “tirado a vida de seu próprio sangue”.

“Alguém na rua viu que ele estava brigando com a esposa, segundo o que fiquei sabendo; desceram dois caras de um carro e bateram nele. Ele chegou em casa sangrando. Conversei com ele para tentar ajudar, pedi para ele entrar em casa, tomar um banho, dormir, descansar. Ele pegou o celular da esposa, tacou no chão e começou a agredir fisicamente a mulher e a criança, enteado dele. Eu entrei para separar a briga”, relatou.

Trecho do vídeo onde o pai admite ter esfaqueado o filho
Trecho do vídeo onde o pai admite ter esfaqueado o filho (Foto: Reprodução/UOL)

Na sequência, segundo relato do suspeito, ele teria recebido vários socos na cabeça e, ao não aguentar mais, teria ido para o carro para ir embora. “Ele chegou dando vários socos no vidro da porta do carro. Eu saí e acabei desferindo facadas nele, tirei a vida do meu próprio filho“, confessou Wilson Alves, sem explicar o motivo de estar com uma faca ou onde a arma branca estava.

A esposa de Weverson, ainda no sábado, apresentou outra versão à polícia, onde contou que Wilson e o filho estavam bebendo quando aconteceu a confusão, e no final o pai acabou dando uma facada em Weverson. Ao final da gravação Wilson pediu desculpas aos amigos e familiares, e disse que irá se entregar para as autoridades.

Procurada, a Polícia Civil não informou se o suspeito já se entregou na delegacia ou se algum advogado já o representa legalmente e fez contato com as autoridades. A Secretaria Estadual de Justiça (Sejus) informou que ainda não tem, em seu banco de dados, a inclusão do homem.