Pai ajuda no combate ao câncer infantil com canções de ninar que fez para filha

Ele explicou, que o álbum tem uma função relaxante para bebês e crianças e pensando nisso, decidiu associar a ideia com uma causa social

Resumo da Notícia

  • Um pai pensou em apoiar o combate ao câncer infantil ouvindo música com seus filhos;
  • O músico Nelson Luiz Schulz Filho, de 38 anos, promoveu a ideia após criar um álbum de canções de ninar para a filha Laura, de cinco anos.
  • A ideia é criar uma corrente de doações.

Já pensou em apoiar o combate ao câncer infantil ouvindo música com seus filhos? Foi essa ideia que o músico Nelson Luiz Schulz Filho, de 38 anos, promoveu após criar um álbum de canções de ninar para a filha Laura, de cinco anos. Ele também é pai de Sophia, de 13 anos.

-Publicidade-

“A minha filha gostava muito de ouvir minhas músicas autorais. Ela ficava cantarolando. Aí eu pensei em fazer versões em uma sonoridade de ninar, como em uma caixinha de música. E foi aí que o projeto surgiu”, contou Nelson em entrevista à Pais & Filhos.

Pai ajuda no combate ao câncer infantil com canções de ninar que fez para filha (Foto: Arquivo pessoal)

Entretanto, de acordo com o pai, a música tem um poder transformador. “Como músico, acho importante o estímulo musical com os nenês e crianças. É sabido que os benefícios neurológicos são vários e a música é comunicação. Então tive uma ideia!”.

O pai explicou, que o álbum tem uma função relaxante para bebês e crianças e pensando nisso, ele decidiu associar a ideia com uma causa social. “Queria que pudesse ser uma fonte de ajuda. Foi então que eu procurei o hospital GRAAC e nós criamos a campanha ‘Quer ajudar? Dá um play!’”.

Ou seja, a cada acesso no álbum chamado “Caixinha de música”, você ajuda o GRAACC, que é referência no tratamento e combate do câncer infantil e tem taxa aproximada de cura de 70%. Isso porque, 50% de toda renda absorvida no Spotify, será destinada às crianças do hospital.

(Foto: Getty Images)

“O hospital faz um trabalho maravilhoso e toda doação é necessária. Vejo esse projeto como uma oportunidade de transformar um simples gesto em doação”, explica Nelson. Enquanto pai, ele ainda reflete: “Vi minha filha crescer e se desenvolver, e acredito que toda criança merece todas as oportunidades de um pleno e sadio desenvolvimento”.

O músico ainda disse que a filha Laura, que inspirou toda a ideia, ficou muito feliz, não só com as músicas, mas com a oportunidade de poder ajudar outras pessoas. “A minha filha realmente adorou!”, conclui o músico.