Pai de Henry Borel relembra do menino em apelo de Dia dos Pais: “Protejam seus filhos”

Leniel Borel desabafou sobre a morte do menino em março deste ano. Mãe e padrasto foram presos acusados de matar a criança

Resumo da Notícia

  • Henry Borel faleceu no dia 8 de março deste ano, enquanto estava na casa da mãe e do padrasto
  • Monique Medeiros da Costa Almeida e o vereador Jairo Souza Santos foram presos pela morte do menino
  • O pai de Henry publicou uma homenagem de Dia dos Pais para o filho, e desabafou nas redes sociais

O pai de Henry Borel, Leniel Borel, publicou uma homenagem ao filho seguida de um desabafo e apelo no Dia dos Pais no último domingo, 8 de agosto. O engenheiro publicou uma série de fotos de pai e filho, e ainda registros que incluíam o avô da criança. Henry faleceu no dia 8 de março deste ano enquanto estava na casa da mãe, Monique Medeiros da Costa Almeida e do padrasto, o Dr. Jairinho. Os dois foram acusados de matar o menino.

-Publicidade-

“Nenhuma criança merecia sofrer, nenhum pai merecia perder seu filho, nenhuma família deveria passar fome, mas desde que o pecado entrou no mundo temos visto atrocidades humanas que não podemos simplesmente aceitar. Não desistirei de lutar por justiça!”, disse o pai de Henry. “Que a nossa luta ajude a inibir qualquer sensação de impunidade àqueles que afrontaram grave e brutalmente o bem maior: A Vida. Pais, protejam seus filhos!”.

 

Ele publicou registros de Henry com ele e com o avô (Foto: Reprodução/ Instagram)

Leniel ainda aproveitou para falar da relação com o filho. “Henry, meu filho amado, de todas as bênçãos que Deus me proporcionou, você sempre será a melhor e maior de todas elas. A alegria de um pai é ser pai, e não há maior satisfação no mundo do que essa”.

Leniel mandou um “recado” para o filho
(Foto: Reprodução/ Instagram)

E ainda completa, “Obrigado por me ensinar a ser o seu papai! Filhinho, sinto muita a sua falta. A saudade é muito grande. Tive vontade de desistir de tudo, já pensei em me isolar, pois a vida perdeu a graça sem você”, desabafou, enfim.

Entenda o caso

A Polícia Civil do Rio de Janeiro concluiu no dia 3 de maio a investigação envolvendo o assassinato de Henry Borel. A mãe do garoto, Monique Medeiros e o padrasto, o vereador Dr. Jairinho, foram indiciados por homicídio qualificado e tortura, impossibilitando a defesa da vítima.Os investigadores agora pedem pela prisão do casal. O inquérito foi enviado para o Ministério Público, que irá decidir se o casal vai ou não responder pelos crimes. Além do crime envolvendo Henry, Dr. Jairinho também está respondendo por uma série de agressões que cometeu com a filha da ex-namorada.

Jairinho e a mãe de Hnery estão presos desde abril deste ano (Foto: Reprodução / Vídeo R7)

Em entrevista à UOL, fontes ligadas ao caso confirmaram que o inquérito foi concluído após oito semanas de investigação. Apesar do caso não ter sido solucionado anteriormente, Jairinho e Monique estão presos desde 8 de abril por suspeita de atrapalhar as investigações e ameaçar testemunhas.