Criança

Pai de menino diabético faz abaixo-assinado para empresa voltar a fabricar sorvete sem açúcar

Enzo foi diagnosticado em novembro

Emily Santos

Emily Santos ,filha de Maria Teresa e Francisco

Enzo foi diagnosticado em novembro (Foto: Reprodução/Change.org)

Leandro Costa é pai de Enzo, de 10 anos, que foi diagnosticado com diabetes em novembro de 2018. Com o diagnóstico, Leandro e sua família passou a se preocupar com o que o menino consome, e passaram a pesquisar produtos sem açúcar para a dieta o menino, inclusive doces.

” passamos a enfrentar um mundo totalmente desconhecido, o mundo do diabético. Um mundo cheio de restrições, um mundo com tabelas nutricionais, um mundo com ingredientes, carboidratos, aparelhos, insulinas, um mundo inteiro novo pra gente”, escreveu o pai do menino na petição.

Foi assim que descobriram uma linha de sorvetes apropriada para consumo por diabéticos, e como o menino adorava o refresco, a família passou a comprá-lo. Mas, pouco tempo depois, Leandro não conseguiu encontrar mais o produtos nos comércios.

Era um sorvete da marca Kibon, que trazia o selo da Associação Nacional de Atenção ao Diabetes (Anad). O pai, então, entrou em contato com a fabricante, mas descobriu que o produto havia sido descontinuado há alguns meses, e que as unidades que ele encontrou em mercado provavelmente eram as últimas do estoque.

Leandro, então, decidiu fazer um abaixo-assinado, para que a empresa voltasse a fabricar o produto sem adicional de açúcar, e em menos de um mês já conseguiu reunir mais de 24 mil assinaturas.

Com a repercussão do caso de Leandro e Enzo, a Kibon enviou uma nota ao G1 na qual reforça que a linha saiu de produção no último setembro, mas que “reconhece a importância da linha Zero e, por isso, estuda a reformulação de seu portfólio”.

Leia também:

Cuidado em dobro na gestação: mulheres têm mais chance de desenvolver diabetes

Você sabia? Diabetes gestacional pode estar ligada ao sexo do bebê

Você sabia? Quem tem diabetes pode ter dificuldade de engravidar