Pai derruba a internet de duas cidades após tentar tirar apenas a conexão dos filhos

A justificativa é que as crianças não queriam parar de usar os celulares na hora de dormir. O caso aconteceu em Messanges, na França

Resumo da Notícia

  • Pai derrubou a internet de duas cidades na França acidentalmente
  • O caso aconteceu após tentar derrubar a conexão dos filhos
  • A justificativa é que as crianças não queriam parar de usar os celulares na hora de dormir

Um pai desconectou acidentalmente o acesso à internet de duas cidades da França após tentar tirar a conexão dos filhos. Isso aconteceu quando utilizou um bloqueador de sinal, que acabou anulando as frequências emitidas pelas torres centrais de conexão da região. A justificativa é que as crianças não queriam parar de usar os celulares na hora de dormir.

-Publicidade-

O caso foi relatado no site da Agência Nacional Francesa de Frequências (ANFR). Apesar de ter acontecido de forma acidental, a ação pode ser considerada crime no país, afinal o uso de bloqueadores de sinais são proibidos no local. A pena pode chegar até 6 meses de prisão e uma multa de 30 mil euros.

Pai derruba a internet de duas cidades após tentar tirar apenas a conexão dos filhos
Pai derruba a internet de duas cidades após tentar tirar apenas a conexão dos filhos (Foto: reprodução Parents / Pinterest)

A agência descobriu a origem do problema após uma operadora de telefonia ter entrado em contato com a central por não ter conseguido encontrar soluções para as reclamações dos clientes entre meia-noite e 3 horas da manhã. “Após consultar fóruns na internet, o pai decidiu que um bloqueador de sinal era a melhor solução”, afirmou eles, em nota.

“Uma solução radical, mas sobretudo ilegal e… desproporcionada. Porque o equipamento não impactou apenas sua casa, mas toda a telefonia e internet móvel na área ao redor de sua casa, privando não apenas seus filhos, mas também seus vizinhos, os habitantes de seu município e o município vizinho de uma boa conexão móvel. Ao querer banir a internet em sua casa, ele aplicou a mesma sentença a toda a vizinhança”, concluiu. Apesar da confusão, o problema já foi corrigido.