Família

Pai descobre câncer em estágio avançado após nascimento do primeiro filho e desabafo é emocionante

Os sintomas da doença foram silenciosos

Letícia Vaneli

Letícia Vaneli ,filha de Alcides e Eugênia

A vida da família virou do avesso depois que os médicos deram o diagnóstico de Paul (Foto: Reprodução/The Sun)

Após o nascimento de seu primeiro filho, Paul tomou um susto quando descobriu que estava no estágio 4 de câncer de estômago. Infelizmente, os médicos informaram à família que a doença progrediu ao ponto de ser inoperável.

Agora, Paul e a família compartilham a sua história, conscientizando os demais a cuidarem melhor da sua saúde. Além disso, ele fez uma lista de promessas para concluir. Entre os itens tem: ver o filho crescer e envelhecer ao lado da esposa, assim como levar George ao primeiro dia de aula. “Jurei que sempre estaria lá para ele e, quando fui diagnosticado, mantive esse voto”, informou o pai em entrevista para ITV News.

(Foto: Reprodução/The Sun)

“No momento em que George nasceu, ele era a coisa mais preciosa do mundo para mim. Prometi a ele que venceria e estaria por perto para vê-lo crescer”, disse em entrevista ao ITV News.”Prometo fazer tudo o que puder para estar lá por George, vê-lo crescer, levá-lo à escola, levá-lo ao futebol, levá-lo a jogos de rugby” concluiu.

Tudo começou com refluxos gástricos e anemia e só depois de semanas vomitando que realizaram uma endoscopia. Assim, descobriram que era câncer de estômago e que teria se espalhado até o pâncreas.

Como a cirurgia de redução é inviável, foi recomendado que o pai fizesse algumas sessões de quimioterapia e imunoterapia. Aliás, os médicos acreditam que Paul tem a condição há 5 anos, mas os sintomas foram silenciosos.

A família está arrecadando dinheiro para iniciar o tratamento de imunoterapia (Foto: Reprodução/The Sun)

“No dia em que fomos informados sobre a condição de Paul, choramos, ficamos com raiva, perguntamos” por que ele? Mas o mais importante é que aprendemos a ser gratos.”, desabafou Jennifer, esposa de Paul. “Grato pelo tempo que temos, grato pelas lembranças que criamos e aprendemos a respeitar que cada momento é precioso e não deve ser tomado como garantido”.

Atualmente, a família está participando de um programa onde 50% dos participantes recebem os medicamentos, enquanto a outra metade recebem placebo. Infelizmente, eles só descobrirão se foram ou não beneficiados com o placebo após os 5 anos do tratamento.

Embora o tratamento de imunoterapia esteja disponível no sistema público, a família organizou uma vaquinha online para arrecadar cerca de R$ 500 mil para arcar com os custos do tratamento em uma clínica particular, pois para este tipo de câncer o tratamento não está licenciada. “É a nossa única esperança. Não podemos desistir e não vamos desistir”, contou Jennifer.

Os médicos também explicaram que este tipo é hereditário e que o filho terá que fazer acompanhamento para que não desenvolva este câncer.

Fique por dentro das novidades no canal Pais&Filhos:

Leia também:

Pai perde a esposa para o câncer e escreve cartas aos filhos que valem como uma lição de vida

Mulher realiza o sonho de ser mãe depois enfrentar o câncer e a menopausa precoce

Noiva realiza sonho do pai antes dele morrer de câncer: “Foi triste, mas também foi lindo”