Pai descobre por programa de TV que filha foi esfaqueada por ex-namorado

Pai da vítima que foi esfaqueada pelo ex-namorado, contou que só descobriu o crime por transmissão de um jornal local

Resumo da Notícia

  • O pai da mulher que foi esfaqueada pelo ex-namorado, contou que só descobriu o crime por conta de um programa de TV
  • A vítima foi atacada enquanto saía da igreja com o atual namorado
  • O Ezequias Santos Reis, homem que atacou a ex-namorada, foi foi atuado por tentativa de homicídio e encaminhado ao sistema prisional

Durante a noite deste domingo, 22 de maio, uma mulher de 36 anos foi esfaqueada cerca de 21 vezes pelo ex-namorado, no bairro Soteco, localizado em Viana. De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima saía da igreja, na companhia do atual namorado, quando foram vistos pelo antigo companheiro amoroso dela. O homem, denominado por Ezequias Santos Reis, confessou ter ficado aguardando pela ex-namorada nas imediações da igreja, na expectativa de abordá-la. O mesmo foi atuado por tentativa de homicídio e encaminhado ao sistema prisional.

-Publicidade-
Criança salva mãe de tentativa de estupro após ouvir ela gritar
A vítima levou cerca de 21 facadas do ex-namorado (Foto: Reprodução / Getty Images)

A vítima foi ferida com cinco cortes no tórax, seis na barriga e outras dez perfurações nas costas. A tentativa de homicídio ocorreu em meio à rua, na presença de diversos fiéis que deixavam a celebração. Revoltados com o crime, as pessoas foram de encontro ao agressor, homem de 46 anos, e o agrediram com socos, pauladas e chutes. Além disso, o imobilizaram até a chegada da polícia. Extremamente ferida, a mulher em estado de saúde grave foi direcionada ao Hospital Estadual de Urgência e Emergência (São Lucas), em Vitória.

Descoberta do pai

Em entrevista concedida à TV Gazeta, filial da Globo, o pai da vítima disse que ficou sabendo do crime por meio de um programa televiso. “Um rapaz me ligou e perguntou se eu estava sabendo. Disse que não estava sabendo e eu fui assistir ao jornal e vi passando”, contou o pai da mulher, o Abel Jacinto.

Segundo o Abel, a filha foi orientada por ele e pela mãe a terminar o relacionamento. Pois, segundo o patriarca, o homem, denominado por Ezequias, apresentava um comportamento agressivo. “Falei com ela para ir embora, a mãe dela falou. Ela faz aniversário sábado, 36 anos, desejei parabéns para ela, mandei um áudio, mas ela disse que não iria [voltar]. Toda vida foi foi um pouco agressivo [o ex-namorado], tomava remédio controlado, porque ele tinha um distúrbio. Não adianta hoje a medida protetiva, não segura. Olha o que aconteceu com a minha filha. Tem que sair fora, né. Estou pedindo a Deus para abençoar, ela recuperar, e que ela venha embora para casa”, disse.