Pai e filhos se reencontram depois de 22 anos com ajuda da Polícia Civil

O caso aconteceu em Minas Gerais, na região metropolitana de Belo Horizonte

Resumo da Notícia

  • Polícia Civil ajuda pai e filhos a se reencontrarem depois de 22 anos
  • Caso aconteceu em Minas Gerais, na região metropolitano de Belo Horizonte
  • Encontro aconteceu no dia 25 de março

Em Minas Gerais, uma família se reencontrou depois de 22 anos com a ajuda da Polícia Civil. A maior responsável pelo feito foi a Natália Paula dos Santos, uma investigadora que trabalha na Delegacia Regional de Polícia Civil , que fica Ribeirão das Neves na região metropolitana de Minas Gerais.

-Publicidade-

Ela resolveu atender o pedido de uma amiga que procurava pelo pai, depois de ficar comovida com a história e pediu a ajuda da delegada  Renata Oliveira durante a busca. A investigadora conta que tudo começou quando uma amiga que mora em Congonhas ligou para ela no dia 17 de março, pedindo ajuda para encontrar o pai que não via a mais de 22 anos.

Pai se emociona ao rever os filhos 22 anos depois (Foto: Reprodução/ Correio de Minas)

“Nos comovemos com a situação e imediatamente eu e o investigador Emmanuel Araújo fizemos os levantamentos e conseguimos localizar o paradeiro do pai. Entrei em contato com ele que, emocionado, pediu para reencontrar os filhos”, relembra Natália. Os policiais da Delegacia Regional de Ribeirão das Neves se uniram na unidade policial para realizar o encontro no dia 25 de março.

-Publicidade-

A amiga de Natália, que mora com o irmão em Congonhas, em São Paulo, foi até Minas Gerais para o reencontro. Ao chegarem lá, já estavam chorando, a investigadora conta que: “Da porta, eles já começaram a chorar. Foi lindo”. Ainda de acordo com Natália Paula dos Santos, os filhos têm 35 e 36 anos, e o pai 59.

Pai e filhos se emocionam ao se reencontrarem depois de 22 anos sem terem nenhum contato (Foto: Reprodução/ Correio de Minas)

E a delegada Renata Oliveira garantiu que o encontro seguiu todos os protocolos de proteção contra covid-19: “Diante do momento atual, em que é necessário o distanciamento social – e são famílias que estão há meses sem contato presencial, por causa dos riscos da pandemia – ter a oportunidade de participar de uma conexão foi ainda mais significativo. Foi emocionante presenciar o reencontro da família, a apresentação da nova geração ao avô, aos irmãos e sobrinhos”.