Pai encontra corpo do filho em rio após uma semana de desaparecimento em Petrópolis

O corpo do Gabriel Vila Real da Rocha foi encontrado nas proximidades do ônibus em que estava caiu. Tênis do rapaz que foi encontrado antes do corpo, auxiliou a equipe de busca para ir no local exato.

Resumo da Notícia

  • O corpo do Gabriel, desaparecido no dia do deslizamento de terra em Petrópolis, foi encontrado em rio após uma semana do acontecimento
  • A família contou com o apoio de voluntários e Peritos do IML na procura do corpo do rapaz
  • O tênis do jovem de 17 anos foi o primeiro item do garoto a ser encontrado

Após uma semana de desaparecimento devido deslizamento de terra em Petrópolis, o corpo do estudante Gabriel Vila Real da Rocha, que sumiu em ônibus, é encontrado. O jovem foi dado como desparecido na última terça-feira, 15 de fevereiro, por conta da ausência de notícias ao longo do temporal que atingiu a região serrana do Rio de Janeiro.

-Publicidade-

Segundo peritos do Instituto Médico Legal (IML), o corpo do jovem de 17 anos, que desapareceu logo após o ônibus em que estava cair no rio Quitandinha, foi encontrado dentro do rio na rua Washington Luís, nesta terça-geira, 22 de fevereiro. A identificação ocorreu exatamente uma semana após a catástrofe que deixou mais de 200 mortos.

Em seguida do anúncio do resgate do corpo do Gabriel, os familiares do rapaz foram chamados para coletar material genético que comprovasse parentalidade. Quem fez o exame comprobatório foi Leandro, pai de Gabriel. “Queria agradecer primeiro a deus porque nós encontramos meu filho. Queria deixar uma mensagem, também, de que não parassem com as busca dos que ainda estão desaparecidos. Eu encontrei meu filho e tem muitos aí ainda com a esperança de encontrar os seus”, contou Leandro em depoimento ao G1.

Pai e madrasta de Gabriel com o tênis que foi encontrado no rio (Foto: Reprodução/Cristina Boeckel)
Pai e madrasta de Gabriel com o tênis que foi encontrado no rio (Foto: Reprodução/Cristina Boeckel)

Antes do corpo ser achado pelos peritos do Instituto Médico Legal (IML), a família do jovem de 17 anos, junto do apoio de voluntários de busca, se mobilizaram para fazer uma vistoria coletiva pela região do rio Quitandinha, última localização em que o Gabriel esteve. Após longos dias de busca, no dia 21 de fevereiro, foi encontrado o tênis que o garoto utilizava no dia do deslizamento.

O local que o item pessoal foi encontrado, serviu de apoio para buscas mais concretas sobre o paradeiro do rapaz. “A esperança é a força eu já tenho. Como eu disse, um pai nunca abandona o filho. Eu não vou desistir nunca. Achar o pé do tênis me deu a orientação de que eu vou encontrá-lo ainda”, desabafou o pai de Gabriel antes de encontrar o corpo do filhos