Pai morre baleado após deixar filhos em escola no Morumbi

O homem deixava seus filhos na escola quando foi baleado dia 17 de fevereiro em arrastão que aconteceu no bairro do Morumbi e veio a falecer nesta quinta-feira, 03 de março.

Resumo da Notícia

  • Pai baleado na frente de escola na Zona Sul de SP morre
  • Ele deixou os filhos na frente da escola
  • Duas motos com quatro criminosos estavam fazendo um arrastão
  • A escola deu nota de pesar pela morte do pai

Homem que foi baleado no dia 17 de fevereiro depois de deixar seus filhos na escola na Zona Sul de São Paulo, veio a óbito na quinta-feira, 3 de março. Ele sofreu ferimentos na barriga mas não sobreviveu. O bairro do Morumbi é cheio de casos de violência e assaltos desse tipo, principalmente aos arredores de colégios particulares. O pai dos meninos deixou eles na Escola Mais, quando duas motos passaram com 4 assaltantes fazendo um arrastão. Mesmo sendo levado para o hospital com rapidez, o homem não aguentou e morreu nesta quinta-feira.

-Publicidade-

Após o ocorrido, a Escola Mais deu uma nota de pesar por conta do acontecimento “A Escola Mais lamenta profundamente o falecimento do senhor Valdemir de Jesus Mota, que estava internado no Hospital Municipal do Campo Limpo após ter sido baleado no dia 17 de fevereiro, em frente à Unidade Vila Andrade, no bairro do Morumbi. Que a família de Valdemir fique em paz e possa contar com a solidariedade de todos os amigos nesse momento tão doloroso” disse a direção.

Fachada da Escola Mais na Zona Sul de SP
Fachada da Escola Mais na Zona Sul de SP (Foto: Reprodução / Google Street View)

A direção continuou com a nota, oferecendo solidariedade a família “Estendemos nosso pesar à esposa de Valdemir e a seus filhos, a quem oferecemos apoio e suporte neste momento tão delicado. Também aproveitamos a oportunidade para levar nossas condolências aos estudantes e equipe, reforçando nosso intuito de garantir suporte à comunidade escolar, com apoio psicológico a todos que sentirem-se atingidos por essa tragédia que se abateu sobre nossa escola”.

O acontecimento foi registrado no 89° Distrito Policial do Portal do Morumbi e a escola falou sobre o pedido do maior policiamento na região por conta destes assaltos constantes. O Portal registrou em 2021 mais de 1.500 roubos no bairro.