Pai mostra como lida com a birra da filha

Um pai viralizou no TikTok após a esposa gravá-lo conversando com a filha que tinha sido pega fazendo algo que não deveria ele tentou acalmá-la dizendo que estava tudo bem

Resumo da Notícia

  • Pai lidou com os chiliques da filha com beijos e abraços e viralizou
  • A mãe postou o vídeo do pai com a filha no colo conversando calmamente com ela
  • Muitos pais que adotaram o método de educação gentil aplaudiram o casal nos comentários

Jessica Lee Murray compartilhou no TikTok um vídeo do marido conversando com a filha, que tinha acabado de aprontar alguma coisa. No vídeo, o pai estava com a filha sentada ao lado dele, dizendo a ela: “Respira fundo. Grace, vamos conversar e eu vou te ajudar”.

-Publicidade-

A menina estava tentando encontrar um “carrinho azul” de brinquedo, mas não estava conseguindo então foi até a garagem procurar. O pai explicou calmamente à filha que ela não pode ir sozinha lá. Depois de explicar toda a situação Grace começou a chorar achando que estava encrencada, mas o pai a tranquilizou dizendo que estava tudo bem. Depois de compreender o que o pai havia dito, ela o abraçou.

Nesse momento, ela se acalmou o suficiente para ouvi-lo enquanto ele se ofereceu para procurar o “carrinho azul” que ela procurava. Ao longo do vídeo a mãe explica o por que do pai ter sido super calmo ao conversar com a filha.

Veja como lidar com a birra da criança (Foto: iStock)

“Frequentemente, os pais pensam que a perturbação emocional de uma criança é uma oportunidade para ensinar sobre emoções. Os adultos vão tentar fazer com que as crianças expliquem ou deem razões para as suas emoções. Mas as crianças ainda não têm habilidade para pensar com clareza nesses momentos. Em vez disso, esses momentos devem ser usados ​​como uma oportunidade para trabalhar essas emoções.”, contou a mãe.

Muitos pais que concordam com o método de educação gentil aplaudiram a atitude do casal, um internauta comentou: “Comecei a substituir ‘você está bem’ por ‘você está seguro’ porque algo que eles não acham bem e isso também está bom!”.