Pai mata filha com cinco tiros por não aceitar características dela

Shahzaib Khan queria que seu primogênito fosse um homem

Resumo da Notícia

  • Um homem matou a própria filha recém-nascida
  • Segundo o tio da criança o homem não queria que o primogênito fosse mulher
  • Shahzaib Khan deu cinco tiros na filha

Um homem matou a própria filha recém-nascida com 5 tiros por não aceitar que seu primogênito fosse mulher. Shahzaib Khan, é o principal suspeito de matar a própria filha por ela não ter nascido homem. O assassinato aconteceu na última segunda-feira (7/3), na cidade de Mianwali, no Paquistão.

-Publicidade-

Segundo um familiar, o suspeito teria ficado inconformado com o nascimento da filha, por querer que seu primogênito fosse do sexo masculino. “Nasceu uma menina, e ele ficou furioso”, disse Hidayatullah, tio da criança, ao jornal Daily Mail. O tio da pequena Jannat afirmou também que o homem, antes de invadir a casa onde morava e exigir que sua esposa entregasse a menininha, chegou a ficar alguns dias sumido após recusar o nascimento da filha.

O pai matou a própria filha recém-nascida com tiros
O pai matou a própria filha recém-nascida com tiros (Foto: FreePik)

Apesar da tentativa de Hidayatullah de salvar a criança, tirando ela dos braços do pai, Shahzaib Khan teria acertado cinco tiros na bebê. O Paquistão é conhecido por ser um dos líderes do ranking mundial de infanticídio feminino. Além de ser um dos países com maior desigualdade de gênero, segundo o índice divulgada pelo Fórum Econômico Mundial em 2021, o Paquistão ainda é uma das nações que lideram o ranking de infanticídio feminino, mostrando que a falta de direitos femininos ainda é um problema grave no país da Ásia.

Após o crime, a polícia de Mianwali iniciou uma caçada contra o suspeito, e, com a ajuda das autoridades da província de Punjab, acabou capturando o homem nesta quinta-feira (10/3).