Pai passa 30 horas em sessão tatuando marca de nascença do filho para ajudá-lo com autoestima

O canadense Derek Prue disse que o filho tinha vergonha da marca e queria lhe dar mais segurança

Resumo da Notícia

  • O canadense Derek Prue disse que o filho tinha vergonha da marca e queria lhe dar mais segurança
  • O pai fez uma tatuagem com a marca de nascença do filho
  • O menino ficou surpreso e muito feliz

Quando percebeu que o filho de oito anos insistia em não tirar a camisa na piscina para não mostrar a marca de nascimento que tem no peito, o canadiano Derek Prue, soube que tinha de fazer alguma coisa. E passadas mais de 30 horas na cadeira do tatuador,  em 9 sessões, ele surpreendeu o filho, Derek Jr., de 8 anos, com uma tatuagem exatamente igual ao seu sinal.

-Publicidade-
(Foto: Reprodução / DailyMail)

Ao perceber as dificuldades do filho em lidar com a marca com que nasceu, o pai explica: “Ele sempre teve orgulho de sua marca de nascença e, então, eu vi que ele começou a esconder isso”, disse o pai ao DailyMail. “Acho que ele ficou um pouco constrangido. Então, eu quis ter a mesma marca para que ele não fosse o único”, completou.

Então, Derek resolveu fazer surpresa e escondeu as sessões de tatuagem. “Eu pensei que seria o tipo de coisa de uma sessão. Mas três horas se transformaram em cerca de 30 horas. Portanto, foi um pouco complicado. A primeira sessão, eu acho, durou quase quatro horas. E eu realmente não olhei para ver o que estava acontecendo. Então, eu pensei que ao final de quatro horas estava feito. Lembro de ter perguntado: ‘Está quase pronto?’ E ele disse: ‘Estou quase terminando o esboço'”, disse.

-Publicidade-

O pai disse que teve de receber um anestésico várias vezes para amenizar a dor, por causa do tamanho e do posicionamento da tatuagem. “Essa área do corpo, as costelas, a região do peito, possuem terminações nervosas muito sensíveis”, disse Tony Gibert, o tatuador que trabalhou em Derek.

Surpresa!

(Foto: Reprodução / DailyMail)

O menino não sabia da tatuagem do pai e só descobriu quando foram nadar juntos na piscina. “Eu meio que tirei minha camisa. Ele estava vestindo a dele, então, mostrei a ele que tinha exatamente a mesma marca como ele”, relembra. O filho, então, tirou a camisa e brincou na piscina sem ela, como o pai desejava. “Eles [os amigos] não zombam disso, mas, às vezes, me perguntam”, explicou o menino. “Eu digo que é apenas uma grande marca marrom que veio comigo quando eu era pequeno”, disse Derek Jr.

No dia 9 de dezembro, pai e filho foram juntos para a Juicy Quill Tattoo, para que o tatuador pudesse comparar o trabalho. “Isso é algo que afetou muito o dia a dia, dando-lhe mais confiança, fazendo-o saber que não era o único com esta grande marca. Agora é para sempre”, disse Gilbert. Na página do Facebook, o estúdio de tatuagem escreveu: “Muito legal que ele tenha feito isso para ajudar na confiança do filho e para que pudesse fazer parte da história dele”.

A mãe de Derek Jr, Hope Marie, agradeceu ao tatuador pelo trabalho. “Só queria agradecer por tudo o que você fez e por sua parte em tornar isso tão especial para meu filho”, escreveu ela. “Você sempre fará parte de nossas vidas! Obrigada”, finalizou. O pai acrescentou: “É muito legal vê-lo sorrir”.