Pai que sofria com diabetes entra em coma, e ao acordar, se surpreende com órgão amputado

Scott Green sofria de diabetes, situação que se agravou após o homem se infectar pela Covid-19. Em seguida, ele foi hospitalizado e entrou em coma

Resumo da Notícia

  • O homem entrou em coma após se infectar pela Covid-19
  • O Scott sofria de diabetes
  • Ele teve as duas pernas amputadas

Scott Green, pai de 6 filho, tem 50 anos e sofria de diabetes. No entanto, o caso se intensificou após ele se contaminar pela Covid-19. Após o contágio, o homem quase perdeu avida. O caso aconteceu em março de 2020, em North Yorkshire, na Inglaterra. No entanto, apenas agora, em 2022, que ele conseguiu falar sobre esse assunto, em entrevista jornalística concedida ao portal The Sun.

-Publicidade-

O homem foi uma das primeiras pessoas a se infectar com a Covid-19, fazendo com que fosse uma combinação perigosa com a diabetes. Scott entrou em coma e, quando acordou, descobriu que tinha perdido as duas pernas. Além disso, em depoimento, ele relatou que teve estresse pós-traumático, devido a grave situação que passou.

Uma das maiores preocupações de Scott, era em relação à família. Pois, ele tem seis filhos, sendo eles, cinco meninos e uma menina. Na qual, a filha caçula ainda é um bebê.

Scott, pai de 6 filhos, teve Covi-19 e perdeu as duas pernas após entrar em coma (Foto: Reprodução/The Sun)

“Não consigo me lembrar do que aconteceu depois disso. Não tenho memória nenhuma. Minha esposa me disse que chegamos ao hospital de Middlesbrough de táxi”, relatou. “Então, a próxima coisa que eu me lembro é de acordar um mês depois da terapia intensiva, tirando um tubo da minha boca, e os médicos me dizendo que eu tinha perdido minhas pernas para a covid. Eu não sabia que tinha covid. O vírus reagiu com meu diabetes e desligou a circulação nas minhas pernas; perdi todo o fluxo sanguíneo e elas ficaram pretas. Ou tirava ou morria”, diz.

Em complemento, ele relata que ficou mais algumas semanas no hospital. “Se não fosse pelo hospital e pelas enfermeiras e médicos, eu não estaria aqui agora. Você sempre ouve histórias sobre pessoas que morreram. Eu pensei: ‘Eu tive covid e venci. Ok, perdi minhas pernas, mas, ainda assim, venci'”, explica.

Scott também usou o momento para agradecer sua esposa. “Minha esposa esteve comigo em tudo. Se não fosse por ela, sei que não estaria aqui agora (…) Uso uma cadeira de rodas elétrica. Tivemos que mudar de casa. Eu ainda dirijo um carro, mas tudo foi adaptado para eu poder usar apenas as mão”, falou.

“Estou mais confiante para falar com as pessoas e realmente não me importo com o que pensam que eu pareço. Não me importo se olharem para mim”, finalizou.